Fato Real
Gerais Você Repórter

O que 2020 veio nos ensinar?

Quando li as primeiras notícias sobre a pandemia, percebi o quanto a ciência e a espiritualidade precisam estar dialogicamente alinhadas. Pesquiso numerologia desde a adolescência e busco interpretar o que os números têm a nos comunicar. Somos números quando chegamos ao mundo, na certidão de nascimento, e quando partimos no óbito inalterável da evolução. O homem nasce pedindo socorro e parte silenciado pela única certeza que dispomos. Barulho e silêncio, paz e guerra. Somos antagônicos e devemos equalizar essa relação de dualidades, de luz e escuridão, de amor e indiferença.

Mesmo com o avanço de inúmeras tecnologias, o inusitado ocorreu em 2020, uma repetição numérica que resulta no número 4 que simboliza a mudança, a instabilidade, o caos. E o caos se instaurou sem pedir licença. Talvez o caos já estivesse instaurado e nem percebíamos. Não tínhamos tempo para apreciá-lo. A velocidade cega as percepções. Estava tudo externo, fugaz, instantâneo, artificial. Era necessário frear para refletir. A Natureza é Deus em sua plenitude. E como existem pessoas que degradam o ambiente inteiro em nome do dinheiro ou de uma religião! O maior equívoco humano é a pretensão de duelar com o que é natural, orgânico, ancestral. Respeitar nossa ancestralidade vai além de uma árvore genealógica. É buscar nossa reconexão com a terra, com nossas raízes mais profundas, é procurar o autoconhecimento por meio da fluidez da vontade criadora, somos criadores e criaturas.

O que 2020 veio nos ensinar com a dor? Que a humildade é o portal para todas as portas. Que a alteridade deve ser praticada não apenas em tempos pandêmicos. Que a mudança é o motor de todas as coisas. E que toda vida é um acontecimento sublime e deve ser respeitada. 2021 será regido pelo 5 que representa o equilíbrio, a harmonia, a equidade. É necessário repensar a relação entre ciência e espiritualidade para que possamos evoluir sem a arrogância habitual que alimenta mentes e corações. Ernest Hemingway escreveu um aforismo que será atual em qualquer época: “O segredo da sabedoria e do conhecimento é a humildade.” Feliz 2021 para todos e todas!

Éverlan Stutz
espiritualista, poeta, professor, jornalista e compositor.

Se você quer ver sua reclamação, foto, denúncia ou elogio no Fato Real; se quer enviar uma pauta ou sugestão de reportagem, envie seu email para [email protected]

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!