Fato Real
Gerais Você Repórter

Dona Tereza do João dos Santos. A estrela sobe

 Dona Tereza do João dos Santos
Dona Tereza do João dos Santos

Nos deixou hoje, 5 de abril, com grande tristeza e pesar, Terezinha Maria dos Santos Silva, a dona Tereza do João dos Santos. Nascida na antiga Rua Nova (atual Remonta) em 1932, era uma das mais antigas matriarcas locais. Filha de Seu Sebastião e da filha de ciganos, Dona Segunda, foi de fato uma das primeiras nativas da antiga Rua Nova e dona de uma memória incrível. Paciente, doce de pessoa, sempre ajudou a todos sem distinção. Foi uma mestra em costura e professora de muitas fazedeiras de roupas e artefatos de cama, mesa e banho. Muitas dessas, futuras profissionais.

Seu itinerário todo se resumiu em três moradas: Rua Nova, Fazenda Velha e Vila Santa Matilde, para onde se mudou ao casar com o operário João dos Santos. Seu depoimento de horas seguidas e em dias alternados compõe a espinha dorsal do meu livro “Santa Matilde – vila quase cidade”. Temos, felizmente, parte deste material filmado. Por isso realizamos tantas entrevistas e buscamos detalhes entre risadas, saudades e goles de café. Sabia de todas as coisas e dava detalhes fartamente comprovados.

Uma dama de bondade e nossa primeira feminista. Sim, esta era a sua face mais bonita. Mulher de valor e opinião num tempo em que as mulheres eram quase objeto de decoração nos lares. Ia muito ao cinema, assistia shows e lia revistas e jornais modernos vindos do Rio de Janeiro. Atividades muito restritas ao universo masculino da época. Participou dos carnavais da Rua Velha e Rua Nova, e está na foto de fundação do Bloco do Bando da Lua. Ajudou o marido João a construir sua residência com seu trabalho dedicado. Madrinha de muitos guris e gurias, falece alguns dias depois da sua grande amiga de infância Avelina Noronha, com a qual manteve estreita relação de quase 90 anos.

Aos filhos João Lúcio, Cristina, Márcia, Paula, Aloísio e netos, o nosso carinho. Vá com Deus dona Tereza! A sua paz é autêntica e nos resguardará em futuros de pouca luminosidade. Santa Matilde perdeu uma de suas filhas mais ilustre.

Osmir Camilo Gomes

Se você quer ver sua reclamação, foto, denúncia ou elogio no Fato Real; se quer enviar uma pauta ou sugestão de reportagem, envie seu email para [email protected]

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!