Fato Real
Política

Série de entrevistas: Mário Marcus fala sobre pandemia, Copasa, trânsito, saúde e Presidente

Mário Marcus foi entrevistado ela jornalista Gina Costa e o diretor da rádio Carijós, Agostinho de Rezende Campos
Mário Marcus foi entrevistado ela jornalista Gina Costa e o diretor da rádio Carijós, Agostinho de Rezende Campos

Mário Marcus (DEM) candidato à reeleição abriu o ciclo de entrevistas promovido pelas emissoras da Organização Agostinho Campos Neto com os oito concorrentes à chefia do Executivo Municipal, transmitida no Instagram do Fato Real na manhã desta terça-feira 03/11.

Campanha

Segundo o candidato, a coordenação da campanha optou por evitar aglomerações públicas, não realizar comícios, limitando-se a breves visitas a bairros e pequenas reuniões com presença limitadas de participantes. Contudo, Mário Marcus disse não temer que o novo coronavírus justifique uma grande ausência às eleições do próximo dia 15, frisando que os cidadãos com quem tem conversado reiteram a disposição de votar e não abrem mão de contribuir ativamente para o processo democrático.

No campo político, questionado se não seriam eleitoreiras ações como antecipação de parcela do 13º e liberação dos kits alimentação faltando 15 dias para a eleição, ele negou e manteve posição de que a equipe trabalhou para manter este compromisso; e não haveria motivos para que, mesmo tendo dinheiro em caixa deixasse o pagamento para data posterior ou entrega dos alimentos a estudantes de escolas municipais postergada.

Outro tema recorrente em ano eleitoral, sobre o hospital regional, o candidato a reeleição não se comprometeu com diretamente com a situação de sua conclusão que seria responsabilidade do Estado, mas fez questão de citar encontro na última semana com o Secretário de Estado de Saúde, Carlos Amaral, que  teria reiterada  a informação de que a obra em Lafaiete está entre aquelas que deverão ser concluídas com recursos de multas à empresa VALE pela tragédia de Brumadinho.

Durante 60 minutos de entrevista, o candidato foi questionado sobre vários temas do cotidiano dos lafaietenses, dos quais se destacam:

Obras

Frisando que nunca prometeu a realização de grandes obras, embora tivesse vontade de executá-las valendo-se da própria experiência como engenheiro e secretário de Obras no governo de Vicente Faria, o atual prefeito afirmou que, conseguiu manter os serviços essenciais em funcionamento e obteve avanços, mesmo reconhecendo que ainda exista muito a ser feito. Entre as realizações, mencionou a pavimentação de diversos bairros, prolongamento e liberação ao tráfego de ruas e avenidas, construção e recuperação de pontes, abertura de creches e reforma das já existentes: “Conseguimos avançar em várias áreas e criar 420 novas vagas em creches. Considero o saldo muito positivo diante das dificuldades que tivemos e da pandemia que precisamos enfrentar”.

Saúde

Entre as deficiências do setor de saúde que precisarão ser corrigidas, o prefeito citou a ausência constante de médicos nos postos dos bairros e a estrutura das unidades regionais, que carecem de atendimento em várias especialidades. Por outro lado, na avaliação do candidato à reeleição, a pandemia de COVID-19 converteu-se em oportunidade de ampliação da rede hospitalar. Mário Marcus aproveitou para esclarecer que os 19 milhões de reais em recursos destinados pelos governos federal e estadual para o enfrentamento do novo coronavírus foram integralmente investidos com esta finalidade: “Quatro milhões foram repassados aos hospitais da cidade e aplicamos os outros 15 milhões montando a estrutura do hospital de campanha, adquirindo medicamentos e respiradores e implantando os 17 novos leitos de UTI que precisaram ser criados. Desses 15 milhões, 13 já foram investidos e restam dois milhões em caixa que usaremos para continuar comprando medicamentos e quitar a folha de pagamento do hospital de campanha”, afirmou.

Trânsito

Problema constantemente levantado pela imprensa e discutido na Câmara de Vereadores ao longo da atual Legislatura, o risco representado pelo tráfego de veículos pesados no centro de Lafaiete foi um dos questionamentos apresentados pelos entrevistadores ao prefeito e candidato à reeleição. Mário Marcus disse que está em desenvolvimento um estudo, custeado por siderúrgicas da região através de um Termo de Ajustamento de Conduta firmado no âmbito do Ministério Público, que prevê intervenções no rotor da avenida Telésforo Resende e o remanejamento do fluxo de caminhões e carretas para uma área de acesso a Ouro Branco pertencente à companhia Vale. Também informou que o prolongamento da rua Marechal Floriano será concluído ainda no atual mandato e estão assegurados, qualquer que seja o futuro prefeito, recursos para a construção do viaduto do bairro Cachoeira. Durante a entrevista o prefeito foi questionado também sobre a possibilidade  da criação de um porto seco, para que descargas sejam feitas sem a necessidade de tantos veículos pesados transitarem pelas vias da cidade.

Copasa

Candidato a reeleição abriu a sequência de entrevistas
Candidato a reeleição abriu a sequência de entrevistas

O candidato falou também sobre serviços terceirizados pela Prefeitura que se tornaram alvos de reclamações constantes. Ele disse que a Copasa tem prazos determinados em termos de compromisso para levar o abastecimento de água às localidades rurais e resolver definitivamente o problema do mau cheiro exalado pela estação de tratamento de esgoto da Barreira. Assegurou, ainda, que todas as cobranças feitas pela população são apresentadas pelo Município à concessionária. Mário Marcus , no entanto, não respondeu de forma direta se a Copasa havia sido multada em sua atual gestão pelas inúmeras vezes que deixou a população sem o abastecimento de água.

Viação Presidente

Quanto ao transporte urbano, o prefeito admitiu que a Viação Presidente enfrenta graves dificuldades que não diminuíram após mudanças na administração da empresa. São ônibus sucateados, atraso no pagamento de salários aos funcionários e ameaças de greve que levaram a Prefeitura a considerar a possibilidade de rever a concessão do serviço: “A Viação Presidente detém uma concessão de 30 anos, dos quais 20 já foram cumpridos. A possibilidade de prorrogação por mais 10 acontece em março do ano que vem, quando o Município terá a opção de renovar o contrato ou fazer nova licitação. Temos conversado muito com a população sobre o que precisa ser melhorado e pretendemos elaborar, se formos eleitos e houver nova licitação, um termo de referência que contemple o atendimento de qualidade que o povo merece em transporte coletivo”. Sem citar diretamente nome, Mário Marcus fez alusão a um candidato a vice-prefeito que teve uma passagem pela gestão da empresa de transporte coletivo.

Outros

Todos os candidatos foram convidados para o ciclo de entrevistas. Segundo o diretor das emissoras, Agostinho de Rezende Campos, a sequência do espaço para as participações é a seguinte:

  • Divino Pereira / Quarta-feira (04).
  • Neuza Mapa / Quinta – feira (05).
  • Zezé do Salão / Sexta-feira (06.)
  • Talysson Zebral / Segunda-feira (09).
  • Alvaro / Terça-feira (10).
  • Aloísio Resende / Quarta-feira (11).
  • Cleber da Caixa / Quinta-feira (12).

As entrevistas são ao vivo, a partir das 10h, com transmissão pelas rádios: 89,9 FM, 92,3 FM e 101,3 FM e pelo Instagram do Fato Real – fatorealsite.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!