Fato Real
Política

Prefeito de Congonhas critica TSE por eleição em tempo de pandemia

Após repercussão no final de semana, principalmente  nas redes sociais, de imagens captadas de um comício realizado pelo candidato a prefeito Christian Souza Costa (PODE) no bairro Lamartine, em Congonhas, o prefeito José de Freitas Cordeiro manifestou-se sobre o momento em que ocorrem paralelamente uma pandemia e uma eleição.

Comício provocou aglomeração
Comício provocou aglomeração

Nas fotos e vídeos  que viralizaram é possível perceber várias pessoas e algumas sem o uso de máscara. O prefeito Zelinho  estava no local e foi criticado por isso, já que, desde que eclodiu a pandemia vem defendendo enfaticamente a necessidade dos cuidados para evitar a contaminação pelo novo coronavírus.

Procurado pelo Fato Real, Zelinho criticou o Tribunal Superior Eleitoral, que autorizou a realização de eleições em ano pandêmico. Na opinião do prefeito, o pleito deveria ter sido adiado para janeiro ou até mesmo o fim da primeira metade de 2021: “Como o candidato vai fazer campanha apenas nas redes sociais? As pessoas mais simples não têm o recurso das redes sociais e o candidato precisa ir pra rua, fazer o corpo a corpo para mostrar suas propostas, como rezam a democracia e a própria lei eleitoral. Não se faz campanha apenas pelo celular”, afirmou.

Zelinho ressalvou que, em Congonhas, os concorrentes às eleições de 15 de novembro têm recomendado que os eleitores usem máscara. Além disso, tem havido a distribuição de álcool em gel e é solicitado o distanciamento mínimo entre os cidadãos: “O que não pode é candidatos e eleitores se abraçarem ou apertarem-se as mãos. Eu mesmo me habituei a cumprimentar as pessoas com o cotovelo, porque a gente sabe que a transmissão do novo coronavírus pode se dar muito mais rapidamente pelo contato das mãos. Desde que observados estes cuidados, não há como fazer campanha sem comício. Isso beneficiaria somente os candidatos mais conhecidos, que têm o eleitorado minimamente consolidado. Como o eleitor poderá escolher o nome de sua preferência se não conhecer as propostas de todos os concorrentes?”, argumentou o prefeito de Congonhas.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!