Fato Real
Gerais Política

Ouro Branco e Congonhas não voltarão com aulas presenciais neste momento

Nesta semana o Governo de Minas informou que  escolas poderiam ser reabertas a partir de 5 de outubro, seguindo protocolos estabelecidos pelo plano Minas Consciente. O governo afirma que a retomada gradual seguirá uma série de recomendações para evitar a contaminação. No entanto, prefeituras da região tornaram público em comunicados que não seguirão esta flexibilização neste momento. Caso, por exemplo, de Ouro Branco e Congonhas.  A Secretaria Municipal de Educação de Conselheiro Lafaiete não publicou nenhuma nota sobre o assunto.

Ouro Branco

A Prefeitura de Ouro Branco, por meio da Secretaria de Educação, esclarece que, por enquanto, as aulas presenciais da Rede de Educação de Ouro Branco não serão retomadas. Os alunos seguem nas aulas remotas, com suporte e acompanhamento de professores, escolas e familiares. Sistematicamente são enviados relatórios para as autoridades estaduais de educação para validação das estratégias e das atividades desenvolvidas, conteúdos curriculares seguem o planejamento para o ano letivo de 2020 e as estratégias previstas atendem as normas. Todos os especialistas em Educação já trabalham nas questões de logística de currículo, transporte e saúde pública tanto do ano letivo de 2020, quanto de 2021.

Congonhas

A Prefeitura de Congonhas, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SEMED) tornou público  que as aulas presenciais nas escolas da rede municipal de ensino não serão retomadas neste momento. Os alunos continuarão recebendo os materiais impressos dos Planos de Estudos Tutorados (PETs) e dos Materiais de Apoio Pedagógico (MAPs), além de livros didáticos, para seguirem sua formação em casa durante o período de isolamento social, como já vem sendo feito. Além disso, a SEMED tem disponibilizado conteúdo pedagógico complementar no canal do Youtube #CongonhasEducação. Esse procedimento será adotado até que seja possível obter melhores perspectivas sobre a saúde dos alunos, de seus familiares e de todos os profissionais.

Segundo o comunicado, a Secretaria Municipal de Saúde, a Secretaria Municipal de Educação, o Conselho Municipal de Educação (COMEC), o Comitê de Operações de Emergência (COE) e outros setores da Prefeitura estabelecerão, antecipadamente, diretrizes para eventual retomada das atividades presenciais.

Leia tambémNecessidade de protocolo sobre volta às aulas é discutido na Câmara de Lafaiete.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!