Fato Real
Política

Movimento elogia rompimento de contrato com a Viação Presidente.

O Movimento Lafaiete da Gente emitiu nota elogiando a decisão do prefeito Mário Marcus (DEM) referente ao rompimento do contrato de concessão com a Viação Presidente.

Em dezembro, o Movimento lançou a pré-campanha “Fora Viação Presidente – Por um Transporte Público de Qualidade”. Segundo o Movimento a Lei de Mobilidade Urbana, determina que as concessionárias de transporte publico precisam atender índices básicos como: ICP (Índice de Cumprimento à Programação), IPV (Índice de Pontualidade das Viagens), ICV (Índice de Conforto das Viagens). ICM (Índice de Confiabilidade Mecânica) ISV (Índice de Segurança das Viagens) e  IIR (Índice de Infrações Regulamentares). Itens que não são acompanhados atualmente, não podendo medir a eficiência do transporte na cidade.

 

Arte de divulgação do movimento. Ação ganhou adeptos nas redes sociais
Arte de divulgação do movimento. Ação ganhou adeptos nas redes sociais

 

Segundo coordenador do Movimento, Talysson Zebral “tem quase um ano que estamos batendo na tecla sobre a não manutenção do contrato com a empresa Presidente e por um novo edital de licitação para escolha da nova empresa. Todos acham um absurdo o que a população vem enfrentando com a prestação de serviço atual, uma total falta de respeito, sem falar nos colaboradores da Viação, que devem enfrentar uma batalha judicial pelos seus direitos.” Ainda segundo Zebral, o prefeito Mário Marcus (DEM) tomou uma decisão importante ao romper contrato. O coordenador fez um último apontamento, “hoje um passo importante foi dado, agora  temos a oportunidade de ter um novo processo licitatório e da construção de um Plano Municipal de Mobilidade Urbana que atenda a cidade e entenda a população”.

Segundo dados do Governo Federal, a empresa Viação Presidente Lafaiete tem um débito com a União no total de R$ 9.059.596,24. Sendo que todo esse passivo são oriundos de dívidas previdenciárias. Estes dados podem ser consultados no site público: www.listadevedores.pgfn.gov.br/

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!