Fato Real
Destaque Política

Estado autoriza Macrorregião Centro-Sul avançar para a onda verde do Minas Consciente

Região avança
Região avança

A macrorregião de Saúde Centro-Sul avança nesta quarta-feira (30/9) para a onda verde do plano Minas Consciente, criado pelo Governo de Minas para garantir a retomada segura e responsável da economia nos municípios.

O avanço foi aprovado pelo Comitê Extraordinário Covid-19, que considerou, entre outros fatores, a taxa de contaminação nos municípios e a capacidade de atendimento médico.

Prudência

Apesar da autorização do comitê estadual, ainda não há uma decisão regional.  O Fato Real Real apurou que serão aguardadas as reuniões semanais da macrorregião nesta quinta-feira (1º/10). e sexta-feira (02)  Só após conhecimento dos dados e indicadores que  uma decisão conjunta será tomada. Assim como ocorreu recententemente, a tendência é que  Lafaiete e outras cidades da região continuem na  onda  amarela para evitar riscos em relação a saúde e o funcionamento do comércio e uma possível regressão.

Aulas presenciais

secretário-geral Mateus Simões destacou que as progressões refletem o bom desempenho no combate à pandemia. “Nós estamos, há mais de 15 dias, sem nenhuma região em onda vermelha, o que significa que a maior parte das atividades já podem retornar ao seu funcionamento, ainda que não de forma plena. As cidades mineiras estão iniciando um novo normal”, afirmou. Simões também lembrou que, a partir da próxima segunda-feira (5/9), as cidades que estão em onda verde poderão iniciar a reabertura dos serviços educacionais.

“Nesses locais, poderão voltar a funcionar escolas infantis, fundamentais e de ensino médio – sempre dependendo da decisão do prefeito. É uma boa notícia no avanço do combate à pandemia em Minas Gerais”, disse.

Região 

51 municípios fazem parte da macrorregião Centro-Sul de Saúde, que engloba Barbacena, Conselheiro Lafaiete, Congonhas, Ouro Branco, dentre outros.

Algumas prefeituras da região tornaram público em comunicados que não retomarão as aulas presenciais na rede pública municipal por enquanto Caso, por exemplo, de Ouro Branco e Congonhas.  A Secretaria Municipal de Educação de Conselheiro Lafaiete não publicou nenhuma nota sobre o assunto. Porem, existe uma comissão conjunta do Conselho Municipal de Educação e Semed  elaborando protocolos para um retorno, quando possível.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!