Fato Real
Política

Aglomerações e quebras de protocolo mantêm Lafaiete na onda amarela

16 microrregiões de saúde estão autorizadas pelo governo do estado a avançar para a onda verde do programa “Minas Consciente”, que disciplina a retomada da atividade econômica em meio à pandemia do novo coronavírus. A liberação foi decidida nesta quarta-feira (02/09) em reunião do Comitê Extraordinário COVID-19.

Cautela

Como cidade-polo de uma dessas 16 microrregiões, Conselheiro Lafaiete reúne condições técnicas para avançar de onda. Porém, conforme afirmou em entrevista ao “Jornal Falado Carijós”, o prefeito Mário Marcus prefere manter a cautela e agir com prudência, mantendo a cidade por mais algum tempo na onda amarela: “Conforme a avaliação semanal feita pelo comitê do ‘Minas Consciente, a Macrorregião Centro-sul de Saúde, à qual pertence Conselheiro Lafaiete, permaneceu na onda amarela somando-se os índices de todas as micros. Porém, a microrregião de Lafaiete, graças aos resultados epidemiológicos positivos e à baixa ocupação de leitos, tem condições de avançar para a onda verde, conforme nos confirmou a superintendente regional de saúde, Hérica Vieira. Mas esta é uma análise que faremos com cuidado e levaremos hoje a discussão para reunião do Comitê de Enfrentamento à COVID de Lafaiete”, disse.

Aglomeração na avenida

Fim de semana foi de muito movimento no centro der Lafaiete
Fim de semana foi de muito movimento no centro der Lafaiete

Segundo Mário Marcus, por causa das aglomerações registradas no último fim de semana nas proximidades dos bares e restaurantes da avenida Telésforo Resende, o consenso entre Administração Municipal, Secretaria de Saúde e Vigilância Epidemiológica é de que não é hora de ampliar a flexibilização do comércio: “Percebemos, no fim de semana, o não respeito aos protocolos por alguns bares e restaurantes, entre outros segmentos, e entendemos que não devemos avançar para a onda verde já nesta semana. Isso poderia comprometer ainda mais o não cumprimento desses protocolos. Faremos, particularmente neste fim de semana prolongado, uma intensiva ação de fiscalização na avenida Telésforo Resende com a participação conjunta da Polícia Militar, Guarda Municipal e dos setores de fiscalização e vigilância sanitária. Se os proprietários insistirem no descumprimento das normas, poderá, inclusive, haver um retrocesso em relação ao horário de funcionamento desses estabelecimentos”.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!