Fato Real
Polícia

Assistente social que aplicava golpes em idosos é presa

A Polícia Civil de Minas Gerais informa que, em menos de um mês após o indiciamento de uma assistente social da cidade de Aracitaba pelo crime de estelionato, a investigada teve sua prisão decretada e cumprida na manhã desta sexta-feira (5/3).

Delegado Daniel Gomes
Delegado Daniel Gomes

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Daniel Gomes, as equipes de investigadores das cidades de Santos Dumont e Mercês,  esta última onde a suspeita residia, constataram que ela  tinha o objetivo de se desfazer de parte de seu patrimônio, tentando realizar a transferência de um veículo. Além de ter descumprido a ordem judicial de não se ausentar da comarca, sem autorização.

A mulher se apresentou na delegacia da cidade de Mercês acompanhada de seu advogado e será encaminhada ao Sistema Prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Relembre o caso

A Polícia Civil indiciou em 8 de fevereiro uma assistente social do município de Aracitaba pelo crime de estelionato praticado contra idosos. A cidade é vizinha dos municípios de Paiva, Oliveira Fortes e Tabuleiro, e se situa a 23 km de Santos Dumont.

A investigada, de 41 anos, foi indiciada após ser apurado que ela se aproveitando do cargo de assistente social, se aproximava dos idosos e pessoas de pouca escolaridade e os convencia a lhe entregar cartões que eram usados para receber salários e benefícios. A suspeita conseguia obter os cartões diretamente das vítimas, sob o pretexto de que realizaria compras para elas, sacaria o dinheiro que recebiam pelo cartão e lhes entregaria tudo em mãos, o que atraía as vítimas que possuíam idade avançada, eram analfabetos e uma delas possuía problemas pisquiátricos. Ao invés de cumprir o prometido, a mulher, de posse do cartão das vítimas, realizava compras em benefício próprio.

Na sede da Assistência Social do Município de Aracitaba, foram encontrados e apreendidos os documentos das vítimas e produtos adquiridos pela suspeita com a utilização dos cartões,.

As investigações apuraram que a mulher realizou saques que somam o montante aproximado de R$ 75 mil em agências e correspondentes bancários e caixas eletrônicos de várias cidades da região. Foi constatado, ainda, a realização de pelo menos 23 compras com os cartões das vítimas, entre lojas roupas femininas, produtos de beleza femininos, produtos para casa, compras em supermercados, dentre outras.

Nas redes sociais é possível ver fotos da investigada ostentando constantes viagens turísticas à lazer, em lanchas e com bebidas nas mãos, sendo os destinos em sua maioria, pontos turísticos conhecidos do grande público, como a cidade do Rio de Janeiro/RJ, Cabo Frio/RJ, Armação dos Búzios/RJ, no litoral Fluminense e Escarpas do Lago/Capitólio, região Sul do Estado de Minas Gerais.

Após as investigações a Justiça determinou o afastamento da suspeita do CRAS do município, além das proibições de manter qualquer tipo de contato com as vítimas ou de se ausentar da comarca sem autorização judicial. A mulher responderá pelo crime de estelionato praticado contra idoso, cuja pena pode variar de 2 a 10 anos de prisão.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!