Fato Real
Lafaiete

Prefeito prevê que hospital de campanha possa voltar a funcionar em 48h

Pacientes foram transferidos de forma segura e ordenada
Pacientes foram transferidos de forma segura e ordenada

O prefeito de Conselheiro Lafaiete retornou, nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (23/09), ao trecho da rua Tavares de Melo onde o desabamento em uma obra afetou o hospital de campanha, forçando a remoção às pressas dos pacientes de COVID-19 para o Hospital e Maternidade São José, na noite passada. Mário Marcus estava acompanhado pelos secretários municipais de Obras e Defesa Social, Marcelo Sana e Rolf Ferraz, além do responsável pela Defesa Civil Municipal, Augusto Júnior.

Visão do local na manhã de hoje
Visão do local na manhã de hoje/ASCOM

À luz do dia, foi possível fazer uma avaliação técnica dos danos e determinar os reparos que precisarão ser realizados com maior urgência para restabelecer, o quanto antes, o funcionamento do hospital de campanha. Segundo o prefeito, o engenheiro responsável pela obra se comprometeu a fazer a remoção do entulho para que se possa precisar os estragos causados na distribuição de energia ao hospital, único equipamento seriamente afetado pelo acidente.

Mário Marcus confirmou que, no terreno ao lado, um imóvel estava sendo derrubado e a demolição tinha autorização prévia emitida pela Secretaria de Planejamento. O prefeito explicou que, por se tratar de intervenção feita no centro da cidade, o projeto se encontra na fase final de aprovação pelo Conselho de Desenvolvimento Urbano.

Gerador de energia

Em entrevista ao “Jornal Falado Carijós”, Mário Marcus esclareceu sobre o uso do gerador de energia do hospital de campanha, instalado para evitar interrupções no fornecimento em caso de pane elétrica: “O gerador não funcionou com capacidade total devido, possivelmente, a algum dano causado ao quadro de luz, que faz, tanto a transmissão de energia para as instalações internas, quanto a ligação com o gerador. Por isso não houve o funcionamento do gerador a plena potência”, esclareceu.

Reparos iniciaram. Trânsito flui na rua.
Reparos iniciaram. Trânsito flui na rua.

Mário Marcus acrescentou que, por estar ainda na fase de demolição da estrutura preexistente, ainda não havia sido contratada a empresa que executará a obra no terreno onde houve o desabamento. Porém, o engenheiro assumiu a responsabilidade pelos prejuízos e se comprometeu a sanar os danos causados. O setor jurídico do Município está elaborando um termo de responsabilidade determinando que os responsáveis pelo imóvel arquem com a reparação dos danos.

Há uma estimativa de que solucionados os problemas iniciais, as atividades no hospital de campanha sejam retomadas nas próximas 48 horas.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!