Fato Real
Lafaiete

Lafaiete poderá regredir para Onda Vermelha a qualquer momento

O número de casos de coronavírus em alta, e a expectativa de aumento devido às festas de fim de ano, fizeram com que a Secretaria Municipal de Saúde divulgasse uma nota sobre o enfrentamento da pandemia.

Segundo a administração municipal, a próxima análise será crucial para definição de novas ações de enfrentamento e protocolos sanitários.

Na região, algumas cidades estão na Onda Vermelha do plano Minas Consciente, com restrições mais severas; o que não está descartado em Lafaiete para os próximos dias.

A Secretaria Municipal de Saúde confirmou mais uma morte e 59 (cinquenta e nove) novos casos de Coronavírus em Conselheiro Lafaiete, segundo o boletim epidemiológico divulgado nessa segunda-feira (04/01).

Um óbito segue em investigação e a ocupação dos leitos estava ontem em 59% (UTI) e 19% (clínicos).

Leia a nota na íntegra:

A prefeitura de Conselheiro Lafaiete, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, informa que continua acompanhando a evolução dos indicadores epidemiológicos em relação a Covid-19 durante esta semana. A próxima análise será crucial para definição de novas ações de enfrentamento e protocolos sanitários.

Segundo o setor de saúde, sobretudo, devido a volta das festividades de Natal e Réveillon, os próximos dias serão decisivos. No entanto, todas as decisões serão tomadas com muita responsabilidade e após a análise da situação considerando a capacidade de atendimento hospitalar e nível da taxa de confirmação de novos casos.

A preocupação atual está em relação à situação de municípios que compõem a macrorregião de saúde, que já não contam com leitos disponíveis, sendo que estes pacientes são encaminhados a outros municípios referenciados pelo SUS, como Conselheiro Lafaiete, que tem recebido pacientes de diversas cidades.
O grupo da área da saúde criado recentemente, composto por profissionais do município e SRS/MG, está monitorando diariamente o quadro e a qualquer momento a cidade poderá regredir à Onda Vermelha, caso haja aumento significativo dos índices da taxa de ocupação de leitos de UTI e/ou clínicos COVID-19.

Caso aconteça a regressão só poderão funcionar no município os serviços essenciais, ficando fechados os demais estabelecimentos.A Secretaria de Saúde alerta mais uma vez que para evitar a regressão é necessário que os cuidados continuem sendo tomados por todos, principalmente evitando aglomerações e seguindo os protocolos sanitários, como uso de máscara e higienização das mãos.

A colaboração de todos é de fundamental importância neste enfrentamento.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!