Fato Real
Lafaiete

Lafaiete amanhece mais uma vez sem transporte público coletivo

No início dessa manhã os ônibus estão parados na garagem
No início dessa manhã os ônibus estão parados na garagem

Lafaiete amanheceu nesta terça-feira (23/03) sem transporte público coletivo mais uma vez. Segundo alguns dos funcionários da Viação Presidente, a concessionária havia combinado de pagar o salário referente ao mês de janeiro nesta segunda-feira (22), o que não aconteceu, gerando grande insatisfação nos trabalhadores.

Comunicado informava que o pagamento seria ontem
Comunicado informava que o pagamento seria ontem

Desde janeiro estariam ocorrendo novos atrasos de pagamentos de salários e outros benefícios. Optando por não serem identificados alguns funcionários relataram a situação: “Agora a empresa está com o atraso com a gente de três pagamentos completos, que são referentes aos meses de janeiro, fevereiro e março; três tickets alimentação mais o plano de saúde, que se encontra cortado e que é descontado em nossos pagamentos. É essa situação que a gente está vivendo. É uma situação de promessa, só que é uma promessa que nunca é cumprida” aponta uma funcionária.

Outra funcionária falou das dificuldades que as famílias já estão enfrentando por falta de pagamento: “É uma indignação muito grande.Tem pessoas passando dificuldades em casa.  Hoje a tarde fizemos vaquinha para comprar pão e isso é uma grande indignação porque isso era obrigação da empresa vendo os funcionários lá dentro. Nem o pão a empresa disponibilizou para mais de quarenta pessoas. A gente mesmo sem receber fizemos vaquinha e conseguimos comprar pão para todo mundo. Isso é uma vergonha para a Viação Presidente, uma empresa grande que veio de BH para cá e agora deixa os funcionários à mercê dessa forma”. O vereador Vado Silva esteve no local e confirmou o relato das dificuldades dos funcionários.

Sem ônibus

O novo atraso ocorrido na segunda-feira levou os funcionários a ficarem na garagem da empresa. Segundo eles, no final do dia ontem apenas quatro ônibus estavam circulando. Houve uma organização de uma paralisação para a manhã de hoje. Até às 8h35 eles continuavam no local, sem sair para o trabalho. O gerente, identificado como Jorge, tentou negociar, sem sucesso. Ou seja, nenhum ônibus havia saído da garagem.

Há também uma cobrança por uma atitude por parte do prefeito Mário Marcus e os funcionários da Presidente não descartam uma manifestação na porta da prefeitura. Uma reunião entre a gerência da empresa e a administração municipal estaria agendada para as 14h de hoje.

Funcionários cobram atitude do executivo municipal para resolver o problema
Funcionários cobram atitude do executivo municipal para resolver o problema

 

Nova licitação

A reincidência da falta de pagamento dos vencimentos dos funcionários, aliada a reclamação da população em relação a qualidade do serviço prestado pela concessionária fizeram com que o contrato da Viação Presidente não fosse renovado. Por liminar, a empresa continuará prestando o serviço por mais um ano.

O Município já publicou o edital para contratação de empresa especializada em assessoria e consultoria para diagnóstico e elaboração de Termo de Referência para abertura do processo de licitação da nova concessão.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!