Fato Real
Lafaiete Polícia

Empresário que teve carro roubado e casa invadida fala ao Fato Real

Dissipação pro ter confiado em alguém e raiva por ter sua casa invadida de maneira  inescrupulosa. Estes são alguns dos sentimentos de um empresário lafaietense, que se viu em meio a um caso policial na última semana.

O carro guiado por um ladrão, que bateu em outros dois veículos estacionados e destruiu a parede de uma loja de bicicletas na travessa Fulgêncio Borges – bairro Areal, em Conselheiro Lafaiete -, na noite da última quarta-feira (23/01), pertence a um empresário local da construção civil.

Ainda perplexo pelos transtornos provocados durante sua ausência da cidade, ele contou ao Portal de Notícias Fato Real como ficou sabendo dos acontecimentos: “Estava viajando em férias com minha família e fui surpreendido pelo telefonema de um amigo que vira um carro parecido com o meu trafegando em alta velocidade próximo ao bairro Topázio. Liguei para minha secretária pedindo que averiguasse a situação. Ao verificar que o carro não estava na garagem, ela e o marido entraram em minha casa e encontraram tudo revirado, bebidas e roupas íntimas femininas espalhadas pelos cômodos, uma absoluta desordem.”

Objetos pessoais foram deixados na casa pelos invasores
Carteira de trabalho do suspeito foi encontrada na casa invadida

O empresário confirmou que havia incumbido um rapaz de alimentar os cães e limpar a piscina enquanto a família estivesse fora, mas entregou a ele apenas as chaves do canil e do acesso à área externa da residência. Para entrar vidraça de uma das janelas foi quebrada. Testemunhas disseram ao empresário ter visto, pelo menos, três casais entrando no imóvel.

Sobre as razões pelas quais confiou em um quase desconhecido para cuidar de seu patrimônio, o empresário alegou ter agido de boa fé: “Estou assustado com tamanha covardia e desrespeito. Como trabalho na área da construção civil, é comum dar pequenos serviços a pessoas que passam pedindo. A gente fica com pena e tenta ajudar porque eles dizem que estão com aluguel ou pensão atrasados, muitas vezes até com fome. O rapaz que chamei pra alimentar os cães já havia trabalhado pra mim antes e não houve nenhum problema. Desta vez, lhe confiei apenas as chaves do quintal e do canil, mas ele levou bandidos pra minha casa, onde jamais o deixaria entrar sem minha presença. Ele foi oportunista, pois sabia que nós não estávamos, e fez tudo que quis sem se preocupar com as consequências. De agora em diante tentarei tomar mais cuidado com esse tipo de gente”, desabafou o empresário.

Carro ficou bastante danificado

Mesmo decepcionado com este lado do ser humano, o empresário Vinicius Dias está confiante na justiça e afirma que a polícia está fazendo um belo trabalho. “Olha Gina, vou te confessar que estou muito assustado com tamanha covardia e desrespeito dessas pessoas, uma mistura de sentimentos sem igual! Raiva, fraqueza por ser tão vulnerável a estes tipos de elementos etc; muito triste viu. Mas, queria fazer um agradecimento à PM e à Polícia Civil que estão muito empenhadas em achar os suspeitos mantendo assim a paz o respeito e a ordem pública. E a meus amigos que me ajudaram por eu não estar na cidade e não mediram esforços para fazer a denúncia à polícia”.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!