Fato Real
Lafaiete

Calçamento do Distrito Industrial de Lafaiete segue com má qualidade desde 2019

Empresários e representantes de empresas denunciam que o Distrito Industrial de Conselheiro Lafaiete, encontra-se em estado crítico em relação ao calçamento. O problema teria iniciado em 2019 e se agravou. 

Condições do lugar tem sido denunciadas pelos moradores
Condições do lugar tem sido denunciadas pelos moradores

A Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (CODEMGE) contratou a Construtora FECLAN, para a obra com o início no dia 11/7/2019 e o término está previsto para o dia 21/03/2021. A obra era de substituição do sistema de água pluvial das ruas Conselheiro Lafaiete, Ouro Branco e Belo Vale. Nos locais, tiraram todo calçamento antigo e refizeram o sistema pluvial com outras manilhas. 

Qualidade do calçamento gera transtornos no Distrito
Qualidade do calçamento gera transtornos no Distrito

A reclamação é de que a qualidade do serviço tem deixado a desejar. Segundo os representantes das empresas, o calçamento fica destruído quando passam os caminhões, surgindo grandes buracos ocasionado danos nos veículos que passam por ali.

Segundo eles, a Prefeitura alega que não pode interferir em obra que não é do município. O grande perigo está no tráfego perto da Cera Luminosa, que inclusive já foi local de  acidente. 

As condições fizeram com que algumas empresas acabassem paralisando os trabalhos, deixando um prejuízo enorme com a obra inacabada. Ricardo Seabra, representante da empresa Truck Mais, com sede do distrito, fala da situação: “Estão voltando a mexer, mas muito lentamente. Quando chove nós temos problema de caminhão atolando ou não podendo passar com os materiais. […] Estamos aqui, até hoje com os mesmos problemas, pouca coisa foi solucionada”.

Empresários relatam que o problema não acontecia antes da obra de 2019
Empresários relatam que o problema não acontecia antes da obra de 2019

Os empresários do Distrito Industrial constantemente estão realizando a manutenção destas ruas. Vale ressaltar que antes da obra não havia esse tipo de problema

O Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Rafael Lana, comenta sobre a situação: “Essa obra realizada no nosso distrito industrial não está sendo conduzida pela prefeitura. Ela é proveniente de um termo de ajustamento de conduta firmado entre o Ministério Público e a CODEMGE e ela tinha o prazo inicialmente previsto de quatro meses, que foi prorrogado sucessivamente. […] Nós estamos muito insatisfeitos com a demora e com a má qualidade dessa obra. Nós já realizamos algumas visitas técnicas e recentemente, junto com a Secretaria de Obras e Meio Ambiente, elaboramos um relatório onde demonstra diversas falhas técnicas especialmente na drenagem e pavimentação. Na última semana notificamos a empresa para sanar e corrigir esses problemas sob pena de adotarmos medidas judiciais” afirma.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!