Fato Real
Coluna Vou Falar - por Aaron Fenix Gerais

Entre a vida e a morte!

Todos os seres humanos deveriam viver melhor do que efetivamente vivem. Principalmente porque a vida é efêmera e parece que nos damos conta disso, apenas quando somos surpreendidos pela notícia da morte de alguém, próximo de nós.

Apesar das benesses da vida moderna, onde conforto e comodidade nos alcançam através de um simples toque da mão, a maioria das pessoas é infeliz, estressada, e cansada; ou porque sobrecarrega lembranças ruins e dolorosas do passado (não descarregam os seus fardos e por isso envenenam seu corpo), ou porque são inseguras, medrosas e temem de forma covarde, o dia de amanhã.

Ora, se a vida é efêmera e a gente não sabe por quanto tempo estaremos vivos, se desconhecemos o que acontecerá no momento seguinte, devemos viver a vida com entusiasmo, com intensa energia e sem temores exagerados. Não devemos ter ansiedades por nada e precisamos irradiar companheirismo, amor, cordialidade e simpatia as pessoas que nos rodeiam.

Não se entristeça e nunca desanime com os reveses da vida, porque nunca seremos velhos demais para reconstruir alguma coisa, nunca seremos velhos para amar ou para perdoar ou para afagar alguém. Se você pensa diferente e se fecha em si mesmo, reclamando de tudo e de todos, reflita o quanto esta forma de viver lhe prejudica e decida que é hora de mudar. Abra-se para o mundo e para as pessoas.

Pare de cobrar coisas dos outros, da vida e de você próprio. Cuide com zelo de seu corpo e de sua mente. E olhe sempre para frente. O que passou, passou. É inútil chorar sobre leite derramado e impossível mudar o que já aconteceu.

Não deixe que os traumas do passado impeçam de agarrar as oportunidades de ser feliz que a vida lhe dá. Esse é o grande mistério da vida: a capacidade de recomeçar, de se recompor e seguir adiante. Por isso, viva tudo que há para viver. Deixe marcas e sementes, sejam elas de alegria, de paz, de amor, carinho e dedicação. O que fica da vida não é o ponto de partida ou de chega e sim as sementes que plantamos ao longo da jornada. Viva e não apenas exista!

Tô Sabendo e Vou Falar!
Aaron Fenix

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!