Fato Real
Gerais

Carnaval não será ponto facultativo

O Estado lançou nesta quarta-feira 27/01 a terceira fase do Minas Consciente. O novo protocolo permite funcionamento de atividades em todas as ondas, mas com regras mais rígidas Os critérios para definição das ondas não sofrerão modificações e continuarão embasados por indicadores como incidência da doença e capacidade de atendimento hospitalar. Leia mais.

Além das mudanças que afetam diretamente o setor comercial, foram anunciadas outras decisões, como definição de não ser ponto facultativo no Carnaval . Também foram atualizadas informações sobre a vacinação contra a Covid e do setor de Educação.

Vacinação

Até esta quarta-feira (27/1), o Estado já somou cerca de 115,2 mil pessoas vacinadas e 496 mil doses distribuídas, possibilitando a imunização de 248 mil pessoas. Outras 190.500 doses da AstraZeneca e 87.600 doses da CoronaVac, entregues pelo Ministério da Saúde nos dias 24 e 25/1, começarão a ser direcionadas para as Unidades Regionais de Saúde (URS) nesta próxima quinta-feira (28/1). As unidades farão a distribuição para os 853 municípios.

Carnaval

Com o objetivo de evitar aglomerações e viagens durante o Carnaval, previsto para o dia 16 de fevereiro, o Estado de Minas Gerais não terá ponto facultativo no período. A decisão atende à necessidade atual de desacelerar o contágio da Covid-19 e intensificar as ações de combate à pandemia

Educação

Para o setor de Ensino está sendo desenvolvido um estudo individualizado. Assim, as escolas ainda não passarão por mudanças neste momento. Foi aprovada, também nesta quarta-feira (27/1), pelo Comitê Extraordinário Covid-19, a criação de um Grupo de Trabalho para debater as possibilidades de retomada das aulas presenciais. O Grupo será formado por membros das Secretarias de Estado de Saúde e de Educação, da Sociedade Mineira de Pediatria e da Associação Brasileira de Neurologia e Psiquiatria Infantil e Profissionais Afins.

O Grupo será formado por membros da Secretaria Estadual de Saúde, da Secretaria Estadual de Educação, da Sociedade Mineira de Pediatria e da Associação Brasileira de Neurologia e Psiquiatria Infantil e Profissionais Afins.

Fonte: Agência Minas.
.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!