Fato Real
Destaque

Papa reconhece martírio e abre caminho para beatificação de Isabel Cristina

Papa reconhece martírio de Isabel Cristina
Papa reconhece martírio de Isabel Cristina

O Papa Francisco reconheceu o martírio da Serva de Deus Isabel Cristina, leiga de Barbacena, assassinada em 1° de setembro de 1982. A informação foi divulgada pela Santa Sé nesta quarta-feira, 28.

O decreto com o reconhecimento papal foi autorizado após o Papa receber em audiência nesta terça-feira, 27, o prefeito da Congregação das Causas dos Santos, Dom Marcello Semeraro. “Recebemos com a alegria a notícia do reconhecimento do martírio da serva de Deus Isabel Cristina. A notícia alegra a cidade de Barbacena, onde ela nasceu, e toda a nossa arquidiocese. Agora vamos aguardar a data para a celebração da beatificação da serva de Deus”, ressaltou o vigário geral para o Clero e pároco da Paróquia Nossa Senhora da Piedade, em Barbacena, monsenhor Danival Milagres.

Morte

Isabel Cristina era uma jovem que tinha uma vida de oração, estudava, namorava e sonhava em ser pediatra para ajudar crianças carentes.  Em julho de 1982, mudou-se para Juiz de Fora para fazer curso pré-vestibular, queria cursar Medicina. Em setembro do mesmo ano, foi atacada por um homem que foi montar um guarda-roupa no apartamento para onde ela havia se mudado com seu irmão, Paulo Roberto. O homem tentou violentá-la e, como ela resistiu, ele a atacou com uma cadeirada na cabeça, amarrou, amordaçou, rasgou suas roupas e lhe deu 15 facadas, um crime cruel que teve grande repercussão.

Processo de beatificação

O processo de beatificação de Isabel Cristina foi aberto no dia 26 de janeiro de 2001, em Barbacena, ocasião em que ela recebeu do Vaticano o título de Serva de Deus. Foram oito anos de trabalho, entre coleta de depoimentos e documentos, além da digitação e tradução para o italiano.

A fase diocesana do processo terminou em 2009. Seus restos mortais foram levados para o Santuário da Piedade, pelo fato dela ter sido batizada e ter recebido a primeira Comunhão na Matriz da Piedade, além da ligação afetiva de seus pais com a paróquia e até mesmo para facilitar a visitação.

Fonte: Arquidiocese de Mariana.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!