Fato Real
Destaque Política

CDL propõe desconto de 75% no IPTU de comércio em Lafaiete

O presidente da  Câmara de Dirigentes Lojistas de Conselheiro Lafaiete (CDLCL), Aloísio de Rezende, fez na tarde desta sexta-feira 19/03 entrega de um documento aos presidente da Câmara Municipal, João Paulo Fernandes Resende, em que apresenta Proposta de Projeto de Lei que concede 75% (setenta e cinco por cento) de desconto no Imposto Territorial Urbano (IPTU) sobre os imóveis vinculados aos estabelecimentos atingidos pela suspensão dos alvarás de localização e funcionamento em decorrência da pandemia do Coronavírus no município.

Presidente da CDL entregou proposta aos vereadores
Presidente da CDL entregou proposta aos vereadores

No documento, o presidente da CDL expõe, entre outros pontos, que  os setores de comércio e serviços foram fortemente afetados pela pandemia, base econômica e de empregabilidade de Conselheiro Lafaiete, sobretudo por determinações de fechamento de estabelecimentos comerciais, buscando evitar aglomerações e a disseminação da Covid-19, como ocorre mais uma vez no atual momento em que está a cidade está inserida na“Onda Roxa”, do Programa Minas Consciente.

“A CDLCL compreende a importância do isolamento social neste momento, principalmente pela falta de leitos disponíveis e pelo avanço dos números em toda região. Nossa cidade como polo regional em comércio e serviços foi uma das mais impactadas com as medidas sanitárias, diferente das demais que tem como atividade principal a indústria e agricultura. Essa nova “onda” aumenta o receio dos empresários e da manutenção da empregabilidade, pelas restrições impostas, sem falar no acúmulo de mais de doze meses de pandemia”, cita o presidente no documento..

Por se tratar de um projeto de grande relevância foi solicitado que seja analisado em caráter de urgência pela  Casa Legislativa, se possível convocando uma reunião com as devidas comissões para tratar do referente assunto.

Ainda no documento que foi entregue ao presidente e também aos vereadores Oswaldo Barbosa e Pastor Angelino,  foi solicitado que o uso da Tribuna Popular na forma regimental para que a entidade exponha os impactos nos setores de comércio e serviço da cidade.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!