Fato Real
Coluna Vou Falar - por Aaron Fenix Gerais

Paciência

Existe uma linda palavra da língua portuguesa que poucas pessoas procuram conhecer em profundidade, estou falando da palavra PACIÊNCIA.

Mais do que nunca, essa é uma palavra que precisa ser resgatada, pois o mundo inteiro está passando por uma crise e, é preciso mais um pouco de paciência.
Não importa se vamos devagar, o importante é não parar, teria dito o pensador chinês Confúcio, para quem transportar um punhado de terra todos os dias permitiria fazer uma grande montanha. A síndrome da urgência é uma doença da modernidade, apesar da sabedoria popular já nos ter prevenido sobre os seus prejuízos da impaciência. A pressa é inimiga da perfeição, costumávamos ouvir dos mais velhos. E para com quem tem urgência, devemos ter paciência.

O bem mais precioso da vida é o tempo, que em essência é ela própria; para ganhá-lo, seria necessário aprender a pensar, criar soluções para os problemas do dia-a-dia, ideias e pensamentos que fossem úteis a todos. Os apressados, sempre a cobrar urgência de si e dos outros, são os que mais violentam o tempo e a vida, mais erram, pois fazem tudo superficialmente. A natureza segue seus processos e ciclos, não tem pressa, é uma mestra exemplar. A pressa é uma doença causadora de muitos erros, acidentes e desentendimentos; urticária psicológica, que torna as pessoas desatentas, esquecidas, ineficazes, levando-as a falar demais, correr e ser superficial.

Um exemplo fugaz da nossa falta de paciência, está ai todos os dias, quando se fala na disseminação do coronavírus. Tivemos pressa em nos aglomerar, em tirar a máscara, em fazer festas, em viajar para as praias e tudo isso num momento inoportuno, principalmente quando os jovens, ávidos por fazer tudo de uma vez, não respeitaram o tempo e colocaram tudo a perder. Tivéssemos seguido à risca todas as orientações que foram passadas por centenas de especialistas, talvez não tivéssemos uma regressão para o fechamento de tudo novamente e nem essa alta absurda no número de mortos e contaminadas. Só que tivemos pressa.

Estamos vivendo de forma imediatista, pensando apenas na sobrevivência, apenas em ganhar dinheiro, em acumular, em criar um patrimônio. Vocês sabem e todos nós sabemos inconscientemente que estamos nesse planeta de passagem, e nosso tempo aqui é extremamente limitado. Passa muito rápido! Sabemos disso, mas mesmo assim ainda tem um montão de pessoas que quer viver na “correria”, e pagam um preço muito alto por essa escolha!

E vocês? Onde querem chegar? Estão correndo tanto para que? Por quem? Seu coração vai aguentar? Se vocês morrerem hoje de infarto agudo do miocárdio o mundo vai parar? A empresa em que vocês trabalham vai acabar? As pessoas que vocês amam vão parar?

Respirem! Acalmem-se! O mundo está apenas na sua primeira volta e com certeza, no final do dia vai completar o seu giro ao redor do sol, com ou sem a sua paciência.

Tô Sabendo e Vou Falar!
Aaron Fênix

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!