Destaque Lafaiete

Falta de dinheiro e luto provocam cancelamento do Carnaval em Lafaiete

Agora é oficial. A prefeitura de Conselheiro Lafaiete não vai realizar o Carnaval em 2019. O anúncio foi feito pelo prefeito Mário Marcus.

Falta de dinheiro

Além da grave situação financeira que obriga a uma drástica redução de despesas, o prefeito disse que a perda de vidas de trabalhadores lafaietenses na tragédia de Brumadinho foi um fator a mais a justificar a suspensão dos festejos de Momo promovidos pelo município: “Quando assumimos o governo em 2017, Lafaiete estava há dois anos sem Carnaval e nós resgatamos a folia. Fizemos um Carnaval simples, modesto, mas que trouxe alegria à população e aos visitantes que vieram à nossa cidade, com muita segurança, tranquilidade e planejamento para que tudo transcorresse na mais perfeita ordem. Em 2019 há dois fatores que não nos entusiasmam a fazer o Carnaval. Um é a crise econômica que estamos passando, razão pela qual outros municípios da região também cancelaram o Carnaval. Não teríamos como fazer um investimento no Carnaval, ainda que pequeno, tendo dívidas com os fornecedores e os próprios servidores municipais.”

Luto

Mário Marcus explicou por que a catástrofe de Brumadinho influiu na decisão de cancelamento do Carnaval: “Quantas pessoas perderam a vida na fatalidade de Brumadinho, inclusive muitos trabalhadores lafaietenses e outros moradores da região! Temos ainda pessoas de Lafaiete que continuam desaparecidas, razão pela qual não haveria clima para organizar o Carnaval em Conselheiro Lafaiete. O ambiente é de tristeza, de respeito e solidariedade às famílias que perderam seus entes queridos.”

Contudo, quase um mês antes da catástrofe em Brumadinho, o secretário municipal de Cultura, Geraldo Lafayette, também ouvido pelo Portal de Notícias Fato Real, já dava praticamente como certa a suspensão dos festejos oficiais do Carnaval em Lafaiete. Assim como o secretário, o prefeito Mário Marcus reafirmou que os blocos que desejarem fazer os desfiles em suas comunidades terão apoio logístico da prefeitura. O que a prefeitura não pode se comprometer, de acordo com o prefeito, é com a liberação de verbas para custear os eventos.

Visita a Brumadinho

Em Brumadinho o prefeito esteve com o Ten. Pedro Aihara do Corpo de Bombeiros

Por fim, Mário Marcus falou da visita que fez ao cenário devastado pelo rompimento da barragem da mineradora Vale em Brumadinho: “Estive em Brumadinho acompanhando o trabalho de resgate feito pelo Corpo de Bombeiros, a polícia e os demais órgãos de segurança e salvamento. Pude conversar com o prefeito e levar a ele a solidariedade do povo de Conselheiro Lafaiete, que compartilha o sentimento de tristeza que tomou conta de Brumadinho. Fomos também em busca de notícias dos lafaietenses que continuam desaparecidos e tomamos ciência de como estão sendo executados os trabalhos de resgate. É uma situação que nos comove a todos e nos deixa muito tristes; não haveria como pensarmos em carnaval vivendo um momento como este”, reafirmou o prefeito.