Colegio Nazare
Destaque Política

Com contas de campanha aprovadas, Giovanny Laporte dá sinais de que vai continuar na política

Giovanny Laporte ficou como suplente nas eleições

Passados quatro meses das eleições de 2018, candidatos ainda têm suas rotinas alteradas pela disputa de um pleito. É o que ocorre com o médico Giovanny Laporte, que pela primeira vez disputou um cargo público. Filiado ao PRTB, o médico disputou uma vaga na Assembleia Legislativa de Minas Gerais e com 16.293 votos conquistou a suplência de seu partido. “O período pós campanha tem sido uma surpresa positiva para meu cotidiano, tenho recebido várias abordagens de instituições, grupos políticos e cidadãos incentivando a continuidade da minha jornada no caminho da política para atender a coletividade”, diz Dr. Giovanny.

No entanto, passada as eleições nem tudo é tão fácil. Uma das maiores preocupações de candidatos é com a prestação de conta de campanha. E foi justamente nesta questão que Dr.Giovanny Laporte viu seu nome envolvido, segundo ele, no lado sujo da política, “que é a de distorção da verdade em proveito de grupos e interesses escusos”.  Nos últimos dias circularam em rede social de um perfil falso na internet (fake) um texto difamatório em relação ao médico, tendo como base a desaprovação inicial de suas contas de campanha. O corpo jurídico da campanha do lafaietense esclarece que num primeiro momento, assim como ocorre com diversos candidatos, houve sim falhas na prestação provocadas por problemas na transmissão de dados. Mas, tão logo o então candidato recebeu a informação, entrou com recurso e complementou as informações e fez as correções necessárias. “A prestação de contas é muito complexa e todo político sabe disto. Mas, seguimos o que a lei eleitoral determina , fizemos todas as correções e como esperávamos, no dia 07 de fevereiro o T.R.E de Minas Gerais analisou nossa documentação completa, votou e aprovou nosso recurso por 5 votos a 1 e aprovou nossa prestação de contas com ressalvas”.

Desabafo

Giovanny Laporte desabafou sobre os ataques recebidos nos últimos dias. “Com relação à fake news entendo que a tecnologia proporciona questões positivas e negativas, mas não podemos dar espaço para maus feitores, pessoas que agem de ma fé, querendo alcançar objetivos rasteiros com inverdades. Quero mesmo é informar a todos que nossa prestação de contas foi aprovada e estamos aptos a seguir de maneira honrada e de bons costumes em próximos passos. E não estas mentiras propositadamente difundidas em alguns grupos de rede social, por pessoas que não respeitam o outro como ser humano, como filho, como pai de família. Somos mais do que seres políticos disputando uma vaga a qualquer custo e merecemos respeito diante da nossa postura. Fizemos uma campanha sem receber dinheiro público de fundo partidário. O investimento foi quase na sua totalidade do nosso próprio bolso. Mantivemos nossa honestidade e nossa moral dentro dos nossos princípios”.

O suplente Giovanny Laporte dá sinais de que pretende continuar na vida pública. “Há muitos anos atuo de maneira discreta acompanhando e incentivando o esporte, questões sociais na área da saúde e de alguma maneira auxiliando profissionais a se formalizarem em empresas da região. E a partir desta experiência política que me deu uma votação tão expressiva, penso que o trabalho precisa e vai continuar pelas pessoas de bem, que agem para fazer o bem.”