Fato Real
Você Repórter

Metade dos consumidores recorreu ao crédito em agosto

A maior disponibilidade de crédito oferecida pelas instituições financeiras tem levado o consumidor a usar cada vez mais algum tipo de modalidade, seja empréstimo, financiamento, crediário ou cartão de crédito. Dados do Indicador de Uso de Crédito, apurado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), revelam que 49% dos brasileiros recorreram ao crédito em agosto, representando um aumento de 8 p.p na comparação com o mesmo período do ano passado. Em contrapartida, 51% dos entrevistados disseram não ter utilizado nenhuma modalidade no mês de referência.

Cartão de crédito continua na liderança

A principal modalidade de crédito utilizada pelos brasileiros continua sendo o `dinheiro de plástico´, citado por 44% dos consumidores. Em segundo lugar aparece crediário (11%) e em terceiro, empréstimo (8%). Outros 7% mencionaram o cheque especial e 5% os financiamentos.
De acordo com o levantamento, o cenário de acesso ao crédito confirma a importância dos cartões: quase um em cada dois consumidores (47%) possui cartão de crédito. Já 19% afirmaram ter limite disponível de cheque especial, 18% crediário de loja, 16% financiamentos com parcelas a vencer e 14% empréstimos. Quanto ao número de consumidores que possuem crediário em loja, houve uma queda expressiva de 10 p.p entre janeiro de 2017 e agosto deste ano — passando de 28% para 18%.
No caso do cartão de crédito, a sondagem aponta ainda que 79% pagaram a fatura integralmente, ante 20% que entraram no rotativo em agosto, mês em que os juros da modalidade atingiram 307,2% ao ano. O valor médio da fatura foi de R$ 779,18, sendo que para 32% dos consumidores houve uma alta em relação aos valores de julho, para 41% foi mantido um gasto aproximado e para 23% aconteceu uma redução.

Metodologia

O Indicador abrange 12 capitais das cinco regiões brasileiras: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Recife, Salvador, Fortaleza, Brasília, Goiânia, Manaus e Belém. Juntas, essas cidades somam aproximadamente 80% da população residente nas capitais. A amostra, de 800 casos, foi composta por pessoas com idade superior ou igual a 18 anos, de ambos os sexos e de todas as classes sociais. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais.

Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas
CNDL

Se você quer ver sua reclamação, foto, denúncia ou elogio no Fato Real; se quer enviar uma pauta ou sugestão de reportagem, envie seu email para [email protected]

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!