Fato Real
Regional

Uso de tablets otimiza trabalho de agentes de saúde em Congonhas

Para modernizar e otimizar o atendimento aos cidadãos, agentes comunitários de saúde e de combate às endemias em Congonhas estão utilizando tablets durante as visitas domiciliares. O uso dessa tecnologia, aderida por todas as unidades básicas de saúde (UBSs), também facilita o armazenamento e a transferência das informações de cada paciente para a plataforma do SUS.

Ao realizar os atendimentos, a equipe recolhe e anota todos os dados no tablet. Quando os profissionais chegam à unidade de saúde, sincronizam as informações com o sistema do Ministério da Saúde, via internet. Antes, as anotações eram feitas em um papel e, depois, digitadas e compartilhadas com a plataforma do SUS.

Agente comunitária de saúde da UBS do Residencial, Andreia Nazário, aprova o uso do tablet durante as visitas. Para ela, o serviço melhorou. “Ficou muito mais fácil cadastrarmos as famílias. Antes, tínhamos só no caderno ou no computador. Agora, quando clicamos no número da casa, vemos todos que moram nela. Antes não tínhamos isso… para ver quem era da família, só chegando na unidade. Com o tablet, você pode confirmar quem mora na casa, quem não mora. Para nós ficou muito mais eficiente. Conseguimos saber tudo sobre o paciente”, explica.

Congonhas conta com 90 agentes comunitários de saúde, e 33 agentes de combate às endemias, que levam informação e assistência à população, sendo que cada família recebe visitas domiciliares, pelo menos, uma vez por mês. Essa equipe funciona como elo entre a comunidade e a UBS.

As unidades básicas de saúde do município também contam com uma equipe multidisciplinar de médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, farmacêuticos e equipe de saúde bucal.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!