Fato Real
Polícia Regional

Polícia Civil faz fiscalização em razão do Covid-19 na região

A Polícia Civil de Minas Gerais realizou, nesta quinta-feira 26/03, ações de fiscalização nos municípios pertencentes à Delegacia Regional de Conselheiro Lafaiete, em razão da atual pandemia do coronavírus.

Belo Vale
Durante a tarde, a equipe da delegacia daquele município, juntamente com o Ministério Público e o Procon Estadual, realizaram ações de fiscalização em estabelecimentos comerciais. O objetivo da operação foi verificar possíveis práticas abusivas e outras infrações contra os consumidores, em meio à situação de crise provocada pela pandemia do coronavírus. Segundo o Delegado de Belo Vale, Lurizan Costa Viana, proprietários de diversos estabelecimentos como farmácias e supermercados foram alertados sobre a necessidade de manterem preços justos e acessíveis à população. “Eles relataram para a equipe as dificuldades que vêm enfrentando no abastecimento de determinados insumos, além dos preços elevados pelos fornecedores em razão da crise e que estão fazendo o possível para manter os valores”.

Piranga
Na cidade de Piranga foram averiguados alguns estabelecimentos comerciais, considerados imprescindíveis para o abastecimento básico alimentar, a procura da prática de preços abusivos. Em um dos estabelecimentos fiscalizados, o proprietário mostrou que está fazendo o possível para manter os preços normais. “Somente repasso os aumentos oriundos dos fornecedores e são apenas alguns produtos pontuais como feijão e óleo de cozinha”, explicou o comerciante.

Porto Firme
Em Porto Firme um estabelecimento responsável pelo serviço de transações bancárias recebeu orientação acerca da distância considerada segura para os clientes nas filas. No deslocamento pela cidade, apenas os estabelecimentos considerados essenciais permaneciam abertos.

Presidente Bernardes
Naquele município, em apoio a Secretaria de Saúde que ficou responsável pela fiscalização na cidade, a Polícia Civil atuou fiscalizando o cumprimento do decreto municipal que determina o fechamento do comércio, ressalvados os serviços essenciais. Um proprietário de loja de eletrodomésticos, que permanecia aberta, foi orientado a manter as portas fechadas e continuar o atendimento pelo telefone, o qual foi acolhido prontamente.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!