Fato Real
Regional

Cidades da região sinalizam adesão à programa de reabertura do comércio

Aconteceu nesta segunda-feira 18/05 mais uma reunião dos prefeitos dos municípios da Macrorregião Centro Sul que engloba Barbacena, São João del Rei e Conselheiro Lafaiete, para discutir sobre as ações em torno da pandemia do novo coronavírus.

Na discussão de ontem ficou decidido que a macrorregião se prepara para aderir ao “Programa Minas Consciente”, elaborado pelo Governo do Estado, que traz diretrizes para a reabertura da economia. O programa setoriza as atividades econômicas em quatro “ondas” estabelecidas pela Secretaria de Saúde. As ondas devem ser liberadas para funcionamento de forma progressiva, conforme indicadores de capacidade assistencial e de propagação da doença, avaliando o cenário de cada cidade e a taxa de evolução da Covid-19 na região.

Desde o início da disseminação do vírus, as autoridades de saúde de Barbacena temem que o sistema de saúde não suporte a demanda de UTI para tratamento de pacientes. Ainda que Barbacena tenha criado 36 leitos, sendo 31 do SUS e 5 na saúde suplementar, as cidades da micro e macrorregião dependem diretamente do suporte da cidade.

Lafaiete se prepara para suprir as demandas de leitos de tratamento intensivo por meio do hospital de campanha está sendo estruturado no São Camilo. Nesta segunda-feira o prefeito Mário Marcus  reuniu-se com o presidente d o Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico de Conselheiro Lafaiete (CODEC), Manoel Santana, com o vice-presidente e diretor da Associação Comercial, Kennedy Neiva, e o comerciante   Francisco Pena. No encontro o prefeito teria  acenado para a abertura gradual e setorial do comércio nas próximas semanas. Hoje Mário Marcus deverá receber da ACIAS, Sindcomércio e CDL um plano de reabertura responsável do comércio local.

Em Congonhas o Hospital Bom Jesus conta com uma área privativa exclusiva para pacientes que apresentam diagnóstico para o Covid-19. Ao todo, são 14 leitos de internação destinados às vítimas da doença. Também estão reservados cinco equipamentos de ventilação mecânica (respiradores) exclusivos para o atendimento a pacientes do Covid-19, além de ventiladores mecânicos não invasivos. As obras do Complexo Hospitalar continuam aceleradas. O anexo contará com Centro de Terapia Intensiva (CTI). Nas unidades básicas de saúde (UBSs) foram montados leitos de internação temporários para pessoas que precisam de cuidados leves. Somados aos da UPA 24h, existem 80 leitos disponíveis para pacientes em estado de menor gravidade da doença.

Fonte: Barbacena on line.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!