Fato Real
Publicidade

Freitas responde: De olho nessa super dica!

Por Nayara Carvalho Matos

Há diferença entre medicamento manipulado e industrializado?

O medicamento magistral é o medicamento do passado, do presente e principalmente do futuro. Ele está nas mãos de profissionais comprometidos com a saúde pública.

O medicamento magistral também conhecido como medicamento manipulado, diferencia-se do medicamento industrializado por ser preparado em farmácia e por ser personalizado, isto é, específico para atender às necessidades individuais de uma pessoa. O médico leva em consideração características fundamentais do seu paciente como idade, peso, sexo e condição de saúde.

O medicamento preparado em farmácia é elaborado seguindo procedimentos padronizados pelos farmacêuticos e sua equipe técnica. Este passo a passo da preparação dos medicamentos é realizado e registrado nas farmácias, com base em informações técnicas de literatura oficial do segmento farmacêutico, considerando as características individuais de cada componente da fórmula.

Nem todos conhecem a diferença entre medicamento manipulado e industrializado

A principal razão da existência do medicamento magistral é suprir as necessidades detectadas pelos profissionais de saúde, como os médicos e nutricionistas, que não encontram disponível nas farmácias e drogarias o produto ideal para o tratamento de seu paciente em especial. Entre estas razões, as principais são:

  • Medicamentos com doses adequadas, considerando as necessidades do paciente, como idade, peso, sexo e condição de saúde;
  • Associação de fármacos ou substâncias em uma mesma cápsula ou outra forma farmacêutica, que possa reduzir a quantidade de medicamentos a ser ingerido;
  • Medicamentos inexistentes ou descontinuados pela indústria, não mais disponíveis no mercado;
  • Formas farmacêuticas não disponíveis industrialmente, como xaropes sem açúcar para diabéticos ou formas líquidas específicas;
  • Medicamentos sem componentes prejudiciais a grupos especiais de usuários, como a lactose para pessoas com intolerância a esta substância e medicamentos sem corantes ou produtos sem fragrâncias para alérgicos.

Após a descoberta da farmacogenética e farmacogenômica, que mostram que determinados indivíduos podem reagir de forma diferente ao mesmo tipo de medicamento, dependendo de sua etnia ou outras variações genéticas, torna-se mais claro que os profissionais de saúde, como médicos e dentistas, devem utilizar a prescrição personalizada como a melhor opção de tratamento para estes casos.

Testes realizados no exterior e mais recentemente também no Brasil, mostram que os medicamentos atuam conforme previsto em seus estudos e bulas, porém a população com metabolismo ultrarrápido e a com metabolismo lento explica por quê certos medicamentos nas dosagens usuais não apresentam os efeitos e resultados desejados ou mesmo apresentam efeitos colaterais ou reações adversas intensas.

Muitas das pessoas em tratamentos com medicamentos necessitam de ajustes individuais de dose para que obtenham os melhores resultados.

Da mesma forma, nas preparações dermatológicas o ajuste de percentuais dos componentes ativos das fórmulas pelo médico é essencial para o sucesso do tratamento.

Portanto, para a necessidade de elaborar uma formulação para atendimento personalizado de um paciente, o médico deve contar com o conhecimento do farmacêutico magistral, profissional que conhece a diferença entre medicamento manipulado e industrializado, e está apto a dar o suporte técnico necessário para que a preparação prescrita atenda todos os princípios de qualidade e eficácia desejada.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!