Fato Real
Lafaiete Política

Vice-presidente do PSL de Lafaiete afirma que recebeu dinheiro em espécie para campanha de atual ministro

Ministro responde por irregularidades na campanha

A repercussão é grande nos meios políticos sobre o depoimento da lafaietense Ivanete Maria da Silva Nogueira à Polícia Federal, no processo que investiga possíveis irregularidades na última eleição e que envolvem o então candidato a deputado federal e atual Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (PSL).

O caso ganhou repercussão nacional e em entrevista que foi ao ar na noite desta terça-feira 08/10 no Jornal Nacional (Globo), Ivanete Nogueira deu declarações que apontam para um caixa 2 na campanha de Álvaro Antônio, já que sou serviços sem nota fiscal e fez pagamentos com dinheiro. Ela, que é vice-presidente da legenda em Lafaiete, contou que gastos de campanha dele para deputado federal foram pagos em dinheiro vivo entregue a ela dentro de uma caixa a dois dias da eleição de 2018. Ivanete afirmou que contratou vários panfleteiros para as campanhas de Álvaro Antônio e de Celton Mesquita, candidato a deputado estadual. Ela entrou em contato com Jandir Vieira Siqueira, então assessor de Álvaro Antonio, após as eleições, “para entregar os recibos do pessoal que havia trabalhado na campanha de Marcelo, mas Jandir disse que não precisava e que estava tudo ok. […] Depois disso, Jandir não atendeu mais as ligações”. De acordo com as investigações, nenhum desses casos figura na prestação de contas entregue à Justiça pelo ministro ou pelo PSL.

A defesa do ministro disse, em nota, que a declaração de Ivanete é inverídica. E que ela sequer trabalhou, em 2018, para a campanha dele.

Em Lafaiete

Ivanete Maria da Silva Nogueira é vice-presidente do PSL em Conselheiro Lafaiete e assessora parlamentar do vereador Divino Pereira, que é o presidente local do PSL.  Ivanete presta serviços diários ao vereador em seu gabinete na Câmara Municipal de Lafaiete.

Vereador Divino Pereira

Nesta terça-feira o Fato Real entrou em contato com Ivanete Nogueira, que disse estar fora da cidade e por isso não teria como atender o site para uma entrevista.

Ao final da sessão da câmara de hoje, o Fato Real conversou com o vereador Divino Pereira. Apesar de não aceitar gravar entrevista, ele afirmou que na campanha anterior fez material “santinho” com imagens dele e de Marcelo Álvaro Antônio e pediu alguns votos para o então candidato a deputado federal, que obteve na cidade 1.526 votos.  O vereador rechaçou qualquer envolvimento com questões financeiras da campanha e afirmou que sua assessora (Ivanete) é que teve mais contato e engajamento.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!