Fato Real
Política

Mário Marcus propõe redução de carga horária para facilitar contratação de médicos do PSF

Prefeito Mário Marcus

Em reunião da Associação dos Municípios da Microrregião do Alto Paraopeba (Amalpa), na sexta-feira, 05/07, o prefeito de Conselheiro Lafaiete, Mario Marcus (DEM), propôs alteração na lei de contratação de médicos da Estratégia de Saúde da Família (ESF). Os médicos que atuam na ESF devem cumprir 40 horas semanais. A redução para 20 horas semanais, segundo o prefeito facilitaria a contratação dos profissionais para a ESF, conhecida como Programa Saúde da Família (PSF).

“Hoje, existe uma grande dificuldade em manter o médico cumprindo 40 horas semanais no PSF. Estamos apresentando uma sugestão para o governo federal para que ele possa colocar no programa a opção da contratação de dois médicos de 20 horas semanais cada um”, explicou o prefeito.  Ele enfatiza que o tempo de atendimento semanal à população será o mesmo, as 40 horas, porém com dois profissionais dividindo a carga diária.

Rodrigo de Castro ouviu a proposta de Mário Marcus

A reivindicação foi feita diante do deputado federal Rodrigo de Castro (PSDB), e do estadual Glaycon Franco (PV) a quem pediu apoio.  O prefeito afirma que será redigido um documento e encaminhado, por intermédio da Amalpa, “aos deputados e senadores que têm votos na região”.

Com 32 postos de saúde em Conselheiro Lafaiete, e novos dois que serão inaugurados nesta semana no bairro São João, conforme afirmou o prefeito, a contratação de médicos é dificultada devido aos salários pouco atrativos para a categoria.

Os valores são bastante variáveis no Brasil e nos estados. Há municípios em Minas Gerais que pagam R$ 7.500,00 mensais para profissionais para as 40 horas semanais conforme a lei, outros chegam a pagar R$ 15.000,00.

“Infelizmente, com a remuneração deste programa é difícil encontrar um médico que cumpra essas 8 horas”, observa Mário Marcus.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!