Fato Real
Lafaiete Política

Governo quer ideias para concluir hospital regional

 

Você tem ideia do que fazer e como fazer para concluir o hospital regional de Conselheiro Lafaiete, uma obra considerada um grande elefante branco? Se você tiver a solução para resolver o problema que se arrasta há uma década, procure o Governo do Estado e dê a dica para resolver o problema  que até hoje o poder público não conseguiu.

O Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), publicou no Diário Oficial de Minas Gerais desta terça-feira (14/5), o edital de Tomada Pública de Subsídios (TPS), para obter estudos e levantamentos que subsidiem a elaboração de modelos de negócios para a conclusão das obras e colocação em operação dos Hospitais Regionais do Estado.

A Tomada de Subsídios funciona como um ‘brainstorming’, (tempestade de idéias) já que a intenção é iniciar uma discussão – com ajuda do mercado e outras instituições, como universidades – para colher ideias e projetos que possam trazer soluções para as obras, que foram paralisadas em governos passados e estão em diferentes fases de execução.

Em um cenário de déficit fiscal no Estado e diante da importância destes hospitais para os mineiros, a atual gestão busca, assim, alternativas que não dependam exclusivamente de recursos públicos para a retomada ou começo das obras.

Estão no edital os hospitais de Além Paraíba, Conselheiro Lafaiete, Divinópolis, Governador Valadares, Juiz de Fora, Montes Claros, Nanuque, Novo Cruzeiro, Sete Lagoas, Teófilo Otoni e Unaí.

Poderão participar da Tomada de Subsídios entidades privadas, com ou sem fins lucrativos, com experiência na prestação de serviços médicos e/ou hospitalares, ou na gestão de equipamentos de saúde, como grupos administradores de hospitais e clínicas, faculdades de medicina, dentre outras, como empresas investidoras, consultorias, fundos de investimentos e instituições do terceiro setor/filantrópicas.

Propostas

Obra começou em 2009

As contribuições que forem colhidas ao longo da Tomada de Subsídios serão utilizadas para direcionar a forma de atuação das unidades, considerando as necessidades e a rede pública de Saúde de cada região.

A Tomada de Subsídios prevê rodadas de discussões, que devem durar até 90 dias, e, com elas, a expectativa é que seja possível identificar o modelo mais adequado para cada empreendimento – isto é, poderão ser montados modelos específicos para cada um.

Além de autossustentáveis financeiramente, a ideia é que os hospitais ofertem atendimentos via Sistema Único de Saúde (SUS), ainda que concomitantemente com serviços privados.

As entidades interessadas em participar da Tomada de Subsídios poderão acessar ao edital e demais documentos do processo no sitewww.saude.mg.gov.br/parcerias/hospitaisregionais. Os documentos para cadastramento deverão ser enviados para o e-mai[email protected] até o dia 29/5/2019.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!