Fato Real
Política

0 13º ficou para 2019

O governador eleito de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), toma posse nesta terça-feira, 1º de janeiro em cerimônia que demonstra economia neste inicio de mandato. A solenidade de posse será 70% mais barata que a última realizada pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), segundo informações de sua equipe. O valor de todos os serviços contratados para a posse de Zema será de R$ 92.865,73.

A julgar pela dívida herdada de seu antecessor, Zema vai precisar e muito de apertar o cinto. Muitos prefeitos estão enxergando em sua posse a esperança de retomada do recebimento das verbas a que os municípios têm direito.  A situação mais agravante é a falta de pagamento do 13º salário do funcionalismo público do Estado.

Mas, os municípios também não escaparam desta dívida. O prefeito de Lafaiete, Mário Marcus (DEM),  por exemplo viu frustrada a tentativa de quitar o direito de todos os trabalhadores ainda em 2018. No dia  21/12/18 foi feito o pagamento integral do 13º salário a 71% dos servidores públicos municipais (aqueles que recebem até R$2.700,

Para o restante, ou seja 29%, formado por servidores comissionados, servidores da educação, médicos e enfermeiros que recebem acima deste valor, a previsão era de que parte do pagamento fosse feito nos dias seguintes. Mas, não foi possível. A expectativa agora é que isso ocorra em janeiro. Mês que também deve ser quitada a folha de pagamento do mês de dezembro.

Diante deste cenário Mário Marcus criticou o agora ex-governador Fernando Pimentel (PT) que não repassou ao município verbas a que tem direito.  A dívida do Estado com Lafaiete já ultrapassa a casa dos R$30 milhões. 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!