Fato Real
Lafaiete Polícia

Surgem novas possíveis vítimas de advogada acusada de lesar clientes

A imediata repercussão do caso fez surgir outros clientes que alegam também terem sido lesados pela advogada Paula Maria Roque, acusada de ter causado prejuízos próximos a um milhão de reais à clientes em  causas que defendeu na Justiça. O caso foi tornado público nesta segunda-feira 22/06 e destaque na mídia, provocando repercussão na cidade.

Vítimas

O Fato Real tem recebido contato de clientes que relatam prejuízos que tiveram com a contratação da advogada que atua na cidade há quase 20 anos.

Entre os prejudicados estão familiares do cantor e músico Fabiano Alves, que narrou a situação em conversa com o Fato Real. Ele contou que a avó confiou à advogada a questão envolvendo a venda de um imóvel cujo valor não foi quitado completamente pelo comprador. Paula Maria Roque teria convencido a senhora a lhe entregar o valor recebido (em torno de 80 mil reais) alegando que seria depositado em juízo. Ao final a cliente morreu sem receber o dinheiro a que tinha direito e um filho dela corre o risco de ser despejado do imóvel.

Outros parentes de Fabiano Alves também se sentem enganados pela advogada e as perdas acumuladas pela família giram em torno de 90 mil reais. O cantor disse que, nos primeiros contatos, a advogada se mostrava extremamente afável e exercia um carisma não os deixando desconfiar de que poderiam ser lesados por ela. Por essa razão, Fabiano Alves decidiu tornar a história pública, como um alerta para que mais clientes lesados se manifestem: “Quantas pessoas sonham ter a casa própria e investem valores altos neste sonho? Além de lesar financeiramente minha família, essa advogada agravou a saúde de minha avó; mesmo doente e já de cama, ela continuava preocupada em resolver a questão e temia deixar meu tio sem teto. Publiquei nosso caso para que, se houver mais vítimas, que compareçam à delegacia e prestem queixa. Em situações como essa não dá pra ser omisso e a pessoa tem que pagar por seus erros”, desabafou Fabiano Alves.

Pensão alimentícia

Outras vítimas preferiram deixar seus relatos sem se identificar. Uma delas chegou a ser alertada, em fevereiro passado, de que a advogada Paula Maria Roque estaria aplicando golpes  nos clientes: “Fui ao escritório da advogada e me informaram de que ela havia se mudado. Tive que recorrer a outro advogado conhecido e este me orientou a procurar a Defensoria Pública, onde me disseram que a advogada tinha um monte de processos nas costas e sumiu com o dinheiro das pessoas”.

Ela relatou ao Fato Real  uma situação envolvendo sua família. “Minha mãe tinha um processo na Justiça por atraso na pensão alimentícia devida por meu. Sete anos atrás, ele me disse que a Justiça tinha retirado o valor de sua conta bancária e minha mãe já o deveria ter recebido. A questão até gerou um certo mal-estar, pois insisti com ele que minha mãe não recebeu nada até hoje. A advogada  Dra. Paula Roque, que é responsável pelo processo. Minha mãe nunca recebeu o dinheiro. Hoje quando vi a matéria no Fato Real fiz o print e mandei para o meu pai. Ele disse que o boqueio na conta dele que minha deveria ter recebido era em torno de 11 mil reais.

Em liberdade

Apesar de indiciada pela Polícia Civil após prestar depoimento, a advogada não foi presa. O delegado Daniel Gomes de Oliveira, responsável pela apuração dos crimes atribuídos a Paula Roque, explicou a razão: “A Justiça optou por aplicar medida cautelar diversa da prisão porque ela é primária e tem bons antecedentes. Como a prisão seria o grau máximo de restrição à liberdade, a Justiça preferiu suspendê-la do exercício profissional, cessando, teoricamente, os prejuízos que ela vinha causando sem a necessidade de prendè-la”.

Se for condenada por crime de apropriação indébita, Paula Maria Roque pode ser sentenciada a pena que varia de um a quatro anos de prisão, podendo haver o acréscimo de um terço pelo fato de o crime ter ocorrido no exercício da função.

Leia também:  Advogada é indiciada por apropriação indébita de quase um milhão de reais de clientes em Lafaiete

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!