Fato Real
Lafaiete

Pouco mais da metade do público-alvo vacinou contra gripe em Lafaiete

Conselheiro Lafaiete está participando da Campanha Nacional de vacinação contra a gripe, que começou no dia 10 de abril e vai até 31 de maio próximo. A enfermeira Ana Paula Meireles, referência técnica em imunização da Prefeitura Municipal, explicou como a mobilização está sendo conduzida em 2019: “Em Conselheiro Lafaiete, 56% do grupo prioritário já está vacinado. Mas a meta determinada pelo Ministério da Saúde é imunizar, pelo menos, 90% de cada grupo etário do público alvo. Portanto, as pessoas que ainda não se vacinaram podem procurar o posto de saúde mais próximo ou se dirigir à Unidade Central de Vacinação”.

Tanto os postos de saúde, quanto a unidade de vacinação, localizada à avenida Pedro II, no bairro São Sebastião, atendem de segunda a sexta-feira das oito da manhã às cinco da tarde.

Benefícios

Ana Paula Meireles apontou os benefícios da vacina contra a gripe: “O objetivo da vacina é reduzir as complicações causadas pelo vírus Influenza, reduzindo a mortalidade e prevenindo as internações hospitalares. A vacina é segura e eficaz e não causa gripe, como muita gente, equivocadamente, imagina, porque é produzida a partir do vírus inativado, ou seja: contém somente vírus mortos. Há a comprovação científica de que ela não causa nenhuma doença. Mesmo após a administração da vacina, se ocorrerem crises agudas de gripe e resfriado será em decorrência de processos independentes da imunização”, explicou a enfermeira.

Fake news

Ana Paula Meireles aproveitou para chamar a atenção sobre informações falsas que circulam, principalmente nas redes sociais, desestimulando as pessoas a se vacinar e se prevenir contra a gripe e outras doenças: “Este movimento antivacinas, semeando notícias falsas que circulam rapidamente na mídia, é um grande problema que estamos enfrentando. Estas informações inverídicas causam grande impacto na saúde pública e colocam em risco as vidas de outras pessoas. Doenças que já eram consideradas erradicadas, como o sarampo, voltaram a ser registradas no país. A vacina ajuda o corpo a criar imunidade às infecções, o que impede que a doença se instale no organismo. Ela é segura, eficaz e passa por um rigoroso controle de qualidade. Em Lafaiete contamos com o apoio de profissionais capacitados que atuam na linha de frente para esclarecer dúvidas e prestar informações confiáveis sobre as vacinas e a importância fundamental que elas têm na prevenção a doenças”.

Grupo prioritário

Conforme determinação do Ministério da Saúde, devem receber a vacina contra a gripe grávidas em qualquer período da gestação, mulheres no período de até 45 dias depois do parto, crianças de seis meses a seis anos de idade, pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores em saúde, detentos e funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos que estejam cumprindo medidas socioeducativas, professores, indígenas e doentes crônicos mediante apresentação da prescrição médica.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!