Fato Real
Destaque Lafaiete

Lafaiete teve a maior chuva dos últimos três anos

Conselheiro Lafaiete teve nesta quarta-feira 20/02 a maior chuva dos últimos três anos, segundo a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil Municipal. Foram 110 mm de chuva em 3 horas, volume equivalente ao esperado para todo o mês de fevereiro.

Alagamento crítico próximo à rodoviária

Com o temporal rapidamente velhos problemas ressurgiram. O centro da cidade ficou alagado, impedindo o trânsito de veículos e pedestres. A Avenida Telésforo Resende e o entorno do viaduto Duartina Nogueira de Resende ficaram intransitáveis, assim como a rua Marechal Floriano Peixoto, onde parte do muro da MRS Logística desabou.

Na manhã desta quinta-feira (21) o prefeito Mário Marcus em entrevista ao “Jornal Falado Carijós”, fez um balanço das consequências do temporal da noite passada: “Desde o primeiro momento a Defesa Civil se manteve em alerta e tomou todas as providências necessárias juntamente com a equipe da Prefeitura. Podemos considerar que os transtornos não foram tão grandes em função do tanto que choveu. Tivemos a sorte de ter chovido pouco na cabeceira do rio Bananeiras e isso fez com que o nível subisse apenas 30cm e não provocasse inundações no centro da cidade e também em Gagé.”

Rua Marechal Floriano foi parcialmente interditada

Mário Marcus informou que engenheiros da MRS Logística e técnicos da Defesa Civil Municipal estão avaliando a situação do muro que desabou parcialmente a fim de liberar o trânsito na rua Marechal Floriano, o que deve acontecer ainda nesta manhã. Engenheiros da MRS em ação conjunta com a Defesa Civil, agentes de trânsito e AMALPA retiraram os escombros e interditaram de forma preventiva um trecho de aproximadamente 500 metros do referido muro, até que seja feita uma avaliação criteriosa da estrutura, com isso o local interditado não poderá ser utilizado como estacionamento.

Túnel

Depois do alagamento sobrou o barro no túnel na manhã de hoje

O prefeito também negou que as obras no túnel sob o viaduto Duartina não tenham evitado a inundação da passagem subterrânea: “Em razão da inundação da rua Marechal Floriano e como o nível da passagem subterrânea é mais baixo, toda a água da Marechal escoou para o túnel. Mas, tão logo abaixou o nível da água na via, o sistema de bombeamento funcionou e a passagem subterrânea ficou sem água acumulada, permitindo o fluxo de pessoas ainda na noite de ontem. Estamos realizando a limpeza do túnel e devemos concluir o trabalho nas próximas horas. ”

Policlínica

A chuva da noite passada também assustou funcionários e pacientes da Policlínica Municipal. A água que se acumulou no telhado escorreu por várias partes e pacientes que aguardavam atendimento tiveram que ser levados para a garagem do prédio. Segundo o prefeito, o telhado da policlínica passou por manutenção recentemente e será novamente consertado esta manhã para eliminar as infiltrações.

Outras ocorrências

Manhã de limpeza na área dos camelôs. Vários lojistas também tiveram comércio sujos pela lama

A água da chuva invadiu uma residência no bairro Progresso, uma senhora foi socorrida pela equipe dos Bombeiros, sem ferimentos e passa bem.

Vários lojistas na região central tiveram seus comércios atingidos pela invasão da água, porém até o momento não foi registrado nenhuma perda significativa.

Houve queda de uma árvore no final da rua Marechal Floriano Peixoto com início da Geraldo Marques.

Lixo

Por fim, Mário Marcus alertou para as consequências de um mau hábito que a população insiste em manter; o descarte inadequado do lixo, que acabou nas contribuindo para a inundação das vias públicas: “Convém ressaltar que, apesar da forte precipitação, não tivemos registro de nenhuma perda significativa para o comércio da região atingida. Contudo, percebemos muito lixo acumulado próximo aos bueiros e na passagem subterrânea. Principalmente no período de chuvas, as pessoas devem colocar o lixo pra fora próximo à hora de o caminhão fazer a coleta. Coloque os sacos em lixeiras mais altas e não o deixe nas calçadas, nos passeios, pois uma chuva como a de ontem leva o lixo para as bocas-de-lobo e causar transtornos como os que presenciamos ontem”, advertiu o prefeito.

Previsão do tempo

O INMET (Instituto Nacional de Meteorologia) emitiu alerta de chuva com intensidade de 30mm/h ou até 50 mm e ventos que podem chegar de 40 km/h a 60 km/h para o dia 21/02/19.

Para os próximos dias até 25/02, a chuva perde intensidade, porém deverá permanecer nublado com temperatura entre 20ºC e 23ºC.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!