Fato Real
Destaque Lafaiete

Carnaval de Lafaiete não resiste às críticas na internet e é cancelado

Pelo segundo ano consecutivo Conselheiro Lafaiete não terá eventos oficiais comemorativos ao Carnaval. A confirmação foi feita pela prefeitura por meio de nota oficial publicada no início da noite desta terça-feira (15/01) O anúncio veio menos de 48 horas depois de o secretário municipal de Cultura ter informado publicamente que a preparação das atrações para os quatro dias de folia se encontrava em andamento.

O recuo foi confirmado, em entrevista ao Portal de Notícias Fato Real, pelo secretário Geraldo Lafayette, que não escondeu o descontentamento pela mudança de postura do Município. Segundo ele, o prefeito Mário Marcus havia manifestado a intenção de fazer o Carnaval, mesmo que de forma modesta e inserido na realidade financeira da cidade, com investimento mínimo de recursos públicos. A proposta era assegurar a diversão daqueles que permanecessem em Lafaiete durante o reinado momesco, contemplando o grande público que gosta de brincar o Carnaval e movimentando as agremiações carnavalescas locais: “Pensávamos, por exemplo, nos moradores que querem se divertir, mas não têm condições de viajar ao litoral ou alugar sítios para a temporada do Carnaval, permanecendo na cidade. O prefeito estabeleceu um teto do quanto poderíamos empregar nos festejos e providenciamos a elaboração do edital para que as bandas pudessem se inscrever. Conversamos com o Conselho Municipal de Turismo em busca de alternativas para custear o Carnaval sem tirar dinheiro de nenhum outro setor”.

Nenhum dinheiro de áreas como da Saúde seria usado para a realização da festa popular. Este argumento errôneo é o foco principal de críticas de quem usou as redes sociais nos últimos para criticar o Carnaval em Lafaiete. “Ao contrário do que se comentou nas redes sociais, o dinheiro do turismo destina-se exclusivamente ao turismo; não pode ser aplicado na reforma da policlínica, na recuperação de praças, nem para tapar buracos em vias públicas ou recompor o asfaltamento. Carnaval é cultura e é turismo”, argumentou o secretário.

Economia

Geraldo Lafayette lamentou a decisão da não realização do Carnaval 2020 ponderando que, muito maior que o valor empregado na promoção da folia, seria o retorno proporcionado pelos próprios foliões, que consumiriam nos locais dos eventos e movimentariam a economia local num período em que, tradicionalmente, há queda na procura pelos setores formais de comércio e prestação de serviços.

Críticas

Apesar das críticas Carnaval de Lafaiete sempre levou grande público para os eventos

O secretário municipal de Cultura também manifestou desapontamento pela inércia dos lafaietenses que gostam de Carnaval e sempre se empenham para que a festa aconteça, mas que não foram às redes sociais responder à manifestação daqueles que são contra o evento: “Nós queríamos agradar a cidade com o Carnaval; essa era a ideia do prefeito. Fiquei muito chateado com a decisão de não se realizar o evento; mas, como funcionário do Município, sigo a determinação do prefeito e ele observou que, ao invés de agradar, poderíamos estar causando descontentamento ao realizar o Carnaval. Devido aos muitos comentários contrários nas redes sociais e por não termos encontrado integrantes de blocos e escolas de samba, ou mesmo foliões que fizessem o contraponto se manifestando favoravelmente à festa, entendemos por bem cancelar as festividades”, explicou o secretário municipal de Cultura.

Diante das informações do secretário e de comentários de outras pessoas ligadas às áreas de Cultura, Turismo ao próprio Carnaval, observa-se que mais uma vez a opinião manifestada em redes sociais influenciou sobre o que uma população inteira pode ou não ter. E que para os gestores, principalmente em ano eleitoral, lidar com críticas é algo bem mais complexo.

Não houve Carnaval em Lafaiete no ano passado e não haverá este ano, mesmo assim, na nota oficial sobre o cancelamento em 2020, há a afirmativa de que “a Administração Municipal vem trabalhando no resgate do Carnaval e reafirma o seu compromisso com a cultura, com a arte e com a diversão do nosso povo”.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!