Fato Real
Gerais

Sepultada travesti assassinada em Lafaiete

Sabrina pode ter sido vítima de homofobia

Foi sepultado nesta tarde no Cemitério da Paz, em Belo Horizonte, cidade onde morava atualmente, o corpo de Sabrina Sampaio. A travesti, de 22 anos, foi agredida a facadas por um homem por volta das 5h do domingo 09/02, na rua Melvin Jones, bairro Campo Alegre, em Conselheiro Lafaiete. A vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu e faleceu no Hospital e Maternidade São José. O autor não foi localizado.

“Peço que a justiça olhe mais pela desigualdade, pelos LGBTs, pela intolerância de parte da população que considera essas pessoas uma aberração. Elas não são aberrações, são pessoas como nós, não há diferença”, disse Wallace José, pai de Sabrina, ao site Tecle Mídia.

A travesti não era conhecida em Lafaiete e teria chegado à  cidade na sexta-feira (07). Antes, pelas postagens em suas redes sociais percebe-se que esteve em Barbacena.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!