Fato Real
Gerais

Justiça suspende a compra da Ferrous Resources pela Vale

A Justiça suspendeu a compra da Ferrous Resources Limited pela mineradora Vale. A juíza substituta Diana Wanderlei, da 5ª Vara do Distrito Federal, determinou que a operação só seja concretizada depois de a Vale reconstruir as cidades destruídas pelo vazamento de rejeitos de suas minas. Os casos mais dramáticos são Mariana e Brumadinho. A juíza atendeu a uma ação popular movida pela senadora Soraya Vieira Thronicke. Para ela, é inaceitável que o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) tenha aprovado a aquisição da Ferrous pela Vale, apesar de a mineradora ter deixado de cumprir uma série de compromissos em áreas destruídas pelas barragens.

“Até a aprovação da compliance ambiental da Vale, não será possível a mineradora efetivar nenhuma medida de aquisição da Ferrous. Se, em 30 dias, a Vale não apresentar ao juízo documentos que demonstrem que está organizando a implantação da sua compliance ambiental, nos moldes internacionais, ou está contratando empresa para tal finalidade, a aquisição será de plano anulada”, diz a juíza. A Vale concluiu a aquisição da Ferrous Resources em agosto de 2019. O anúncio da operação ocorreu em dezembro do ano passado e foi aprovada pelo Cade em julho último. A Ferrous tem operações de minério de ferro em Minas Gerais e na Bahia, e foi comprada por cerca de US$ 550 milhões (R$ 2,2 bilhões), incluindo dívidas.

Clique aqui para ler a decisão

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!