Fato Real
Gerais

Fé, justiça e gratidão movem família de João Miguel

A causa do pequeno João Miguel, bebê portador da síndrome conhecida como AME (Atrofia Muscular Espinhal), deu origem a uma corrente positiva sem precedentes que uniu milhares de corações solidários de Conselheiro Lafaiete e região.

João Miguel provocou uma corrente de amor e solidariedade

O sorriso do “Bebê Charminho” conquistou as redes sociais e estampou faixas e cartazes espalhados pelas ruas. De todos os cantos vieram doações financeiras, não importando o valor em dinheiro, mas a grandeza do gesto de quem doava.

Karine Rodrigues Avelino, mãe de João Miguel, deu um depoimento comovente em que comparou cada um que se emocionou com a luta de João Miguel pela vida a um anjo enviado por Deus para ajudá-la a vencer esta batalha: “Há momentos em que a gente se desespera. Eu olhava pro meu filho e ficava sem saber se ele iria ou não conseguir esperar pela liberação do tratamento. Estamos respirando um pouco agora, mas a gente sabe que o tratamento é contínuo e tem muita luta pela frente. Só que eu nunca perdi a esperança. Quando vi João Miguel sofrendo a primeira parada respiratória, pedi a Deus que deixasse ele comigo e fiz uma promessa: se o Senhor deixar ele comigo, irei fazer de tudo. Mas não imaginava que Deus iria mandar tantos anjos amigos pra me ajudar”, disse entre lágrimas.

Karine lembrou outro momento emocionante em que a solidariedade anônima restaurou o ânimo da família quando as forças emocionais e físicas davam sinais de esgotamento: “Houve um Natal em que o João estava muito mal e eu renovei a promessa: disse a Deus que, se o deixasse comigo mais um pouquinho, eu seria a voz dele, faria tudo de que ele precisasse. Mais uma vez, descobri que não estava sozinha; vieram muitas vozes me ajudar e, mesmo quando ficava quase insuportável, eu tinha alguém pra conversar. É por isso que nunca perdi a esperança, nem a fé”.

Aliviada com a decisão judicial favorável, Karine volta a sorrir ao lado dos filhos João Miguel e Gustavo

Em nome da família, Karine renovou o agradecimento a cada um dos elos que formaram esta poderosa corrente humana nascida com a campanha “AME JOÃO MIGUEL”: “Não me ocorre nenhuma outra palavra que não seja gratidão. Muitas mães abraçaram João Miguel como se fosse o próprio filho e pessoas que não têm filhos o acolheram como se fosse alguém da família. Podem acreditar que João Miguel sente a força das orações e o amor por ele que vem de todos vocês”. A mãe afirma ter ouvido ao longo desta campanha várias pessoas se manifestarem dizendo que mudaram a própria maneira de ver a vida depois de conhecer o João Miguel (mesmo que só por fotos ou vídeos). “Pessoas me disseram que saíram de depressão, que meu filho conseguiu unir uma cidade em prol do amor. A gente não deve questionar Deus, mas não foram poucas vezes que pessoas disseram que ele mudou a vida delas. João Miguel sente o amor em torno dele. Eu só penso em uma palavra: Gratidão!

Agradecimento

Fabiana agradeceu a todos em nome da comissão organizadora da campanha AME JOÃO MIGUEL

Com a suspensão temporária da arrecadação em razão da liminar obtida na Justiça, Fabiana de Paula Araújo, integrante da coordenação da campanha, agradeceu pelo apoio maciço recebido da sociedade: “Foi uma campanha de alcance regional, através da qual conhecemos muita gente boa que se doou por inteiro, que se apaixonou por João Miguel mesmo sem conhecê-lo. Foi através desta luta, desta dedicação que todos que se dedicaram a salvar a vida dele, que a gente conseguiu essa vitória. É difícil citar nomes e agradecer a cada um, mas a gratidão está nos nossos corações e dos familiares. Não queríamos falar publicamente, mas a verdade é que o tempo estava passando e João Miguel estava morrendo sem o tratamento de que precisava. E a gente sem poder fazer nada além do que já estava fazendo! Mas tivemos a prova de que, quando Deus está à frente, não tem como dar errado”.

O tratamento com o medicamento Spinraza deve ser feito na Santa Casa de Misericórdia de Barbacena; no entanto, ainda não está definida a data em que será aplicada a primeira das três doses iniciais.

Leia também: João Miguel obtém na Justiça direito a medicamento que o manterá vivo

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!