Fato Real
Destaque

MP reitera que eliminar mau cheiro na ETE Bananeiras é compromisso da Copasa

Prefeito, deputado e diretores da Copasa

Na última semana o deputado estadual Glaycon Franco e o prefeito de Conselheiro Lafaiete ouviram da diretoria da Copasa que, nos primeiros meses do próximo ano, será resolvido definitivamente o problema do mau cheiro exalado pela Estação de Tratamento de Esgoto instalada na bacia do rio Bananeiras. Moradores da Barreira, bairro Satélite e adjacências convivem com o incômodo desde que a  ETE entrou em operação. De lá pra cá, as cobranças à Copasa têm sido constantes.

Promotor Glauco Peregrino

Porém, segundo o curador de Meio Ambiente do Ministério Público de Lafaiete, ao assegurar que o drama vivenciado na região da Barreira está perto do fim, a Copasa está ratificando um compromisso previamente formalizado. De acordo com o promotor Glauco Peregrino, em acordo firmado no âmbito do Ministério Público, a companhia de saneamento assumiu a obrigação de eliminar definitivamente os odores exalados pela ETE Bananeiras até o próximo dia 30 de janeiro de 2020.

Através de licitação pública, a Copasa contratou uma empresa especializada para executar as medidas de redução dos odores ao mínimo possível. Glauco Peregrino informou que a Curadoria acompanha atentamente cada etapa do processo e recebe, em tempo real, informações da empresa encarregada sobre o andamento das obras: “Estamos aguardando o encerramento do prazo para avaliarmos a efetividade das medidas que estão sendo tomadas”, esclareceu o curador.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!