Fato Real
Destaque

Dia Sem Imposto chama atenção para alta carga tributária no país

O Brasil figura entre os 30 países com maior carga tributária do mundo.  Esta excessiva carga sobre as mercadorias eleva consideravelmente o preço final pago pelo consumidor. Por isso, neste dia 30 de maio ocorre uma manifestação para chamar a atenção das autoridades e informar à população sobre o absurdo peso dos impostos.

José César em debate no Congresso Nacional sobre a alta carga tributária no Brasil

Na terça-feira 28/05 foi realizada no Congresso Nacional, em Brasília, sessão solene alusiva ao Dia Livre de Impostos. O evento é uma iniciativa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas, presidida atualmente pelo empresário lafaietense José César da Costa.

Ouvido pelo Fato Real, José César salientou a importância de a população se conscientizar da alta carga tributária no país. O empresário alertou que hoje não é dia de promoção, mas de protesto: “Pesquisas revelam que 74% dos consumidores não sabem o quanto pagam de imposto embutido nas compras. Nesta solenidade em Brasília, com a presença de vários parlamentares, tivemos a oportunidade de protestar contra a alta carga de impostos e, mais uma vez, reivindicar uma urgente reforma tributária que possa simplificar o recolhimento e minimizar os custos gerados por tantas contribuições obrigatórias; para que a população possa obter o retorno dos valores que paga em impostos ao adquirir, desde o pãozinho na padaria, até o automóvel na concessionária”.

Em Conselheiro Lafaiete, cidade de vocação comercial, a adesão foi menor do que se esperava. O que mais chamou a atenção foram os combustíveis, que figuram entre os mais caros da região. Motoristas e motociclistas formaram fila em frente ao posto Pop para comprar a gasolina, normalmente vendida em torno de R$5,00 o litro, hoje comercializada a R$2,79, quase 50% mais barata. A oferta foi limitada a 90 carros e 40 motos e se esgotou rapidamente.

Kennedy Neiva enalteceu iniciativa da CDL

Comerciante influente na cidade e também participante da manifestação desta quinta-feira, Kennedy Neiva também conversou com o Fato Real. Ele enalteceu a iniciativa da CDL e  estabeleceu a relação entre os impostos abusivos e as escolhas políticas equivocadas feitas nas urnas: “Como seria bom o ano inteiro com impostos justos! Pena que isso ainda aconteça somente uma vez por ano! Muitas vezes, as pessoas ficam alheias aos posicionamentos daqueles que elegem e não percebem que o custo desta ingerência político-administrativa vivida pelo Brasil é financiado por bens, produtos e serviços essenciais à população. O Dia Livre de Impostos faz com que o consumidor perceba a carga tributária que pesa sobre todos os produtos, para que o cidadão tenha consciência de que, ao eleger pessoas totalmente inadequadas, estas realizam gestões temerárias e usam o dinheiro que é pago pelos brasileiros para manter estruturas caras e ineficientes. É por isso que a economia do país se encontra estagnada. Não existe dinheiro do governo. O dinheiro público é nosso, de todos os cidadãos”, avaliou Kennedy Neiva.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!