Fato Real
Destaque

Criação de Microrregional em Congonhas muda cenário da saúde pública na região

Roberto Sant’Ana

A recém-anunciada criação da microrregional de Congonhas modifica o cenário do serviço de saúde pública na região. A explicação é de Roberto Sant’Ana, presidente do Conselho Municipal de Saúde de Conselheiro Lafaiete: “Hoje, Lafaiete e Congonhas formam uma única microrregional que atende a 17 municípios. Com a divisão, passamos a ter uma micro em cada cidade. O lado bom nisso tudo é que, até então, o dinheiro que vinha para a micro de Lafaiete e Congonhas era dividido; agora, será liberado integralmente pelo estado, em valores específicos, para Lafaiete e Congonhas”.

Roberto Sant’Ana recomendou que o Município acompanhe com atenção essa readequação de atendimentos: “É preciso ter cuidado porque, atualmente, é Lafaiete quem atende, basicamente, a todos os municípios da microrregional. Com a divisão, Lafaiete deve ficar com alguns municípios e Congonhas com outros. Deste modo, é de se esperar que a demanda de atendimentos na Policlínica Municipal venha a diminuir, já que será menor a quantidade de cidades sob a responsabilidade de Lafaiete; por outro lado, a responsabilidade de Congonhas tende a aumentar. A partir do momento em que a divisão estiver formalizada, municípios que necessitarem de ações emergenciais deverão recorrer à microrregional a que ficarão subordinados”.

Roberto Sant’Ana informou que o Conselho já entrou em contato com a secretária Municipal de Saúde, Rita de Kássia Silva Melo, para se inteirar das modificações: “Nos colocamos à disposição para participar dos encontros que devem anteceder esta definição. Entendemos que o recurso destinado a Lafaiete terá que aumentar ao mesmo nível do recebido, por exemplo, pela micro de São João Del Rei, que atende a um número de Municípios menor que o nosso. Queremos também que a divisão com Congonhas seja justa, de maneira que cada microrregional responda inteiramente pelo número de municípios que lhe couber. Havendo esta divisão correta, teremos uma demanda adequada e um volume menor de pacientes abrangidos por cada uma das microrregionais”, declarou o presidente do Conselho Municipal de Saúde de Lafaiete.

Leia também: Duas conquistas para Congonhas: sede da Microrregional de Saúde e uma unidade avançada do SAMU

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!