Fato Real
Destaque

Afirmando que a rua virou uma “zona” vereador pede força-tarefa na Marechal Floriano

Uma longa discussão foi travada nesta terça-feira (17/09), em sessão realizada pela Câmara Municipal de Conselheiro Lafaiete, a partir de requerimento de autoria do vereador João Paulo Resende (DEM) sugerindo a atuação de uma força-tarefa para conter atos ilícitos e  abusos de conduta que estariam sendo cometidos na rua Marechal Floriano, um dos centros comerciais de Conselheiro Lafaiete.

João Paulo quer ação imediata no local

Segundo o vereador João Paulo “uma zona” teria se formado na região, o que está incomodando e constrangendo consumidores e transeuntes: “A qualquer hora – seja durante o dia, à noite ou de madrugada – aquilo ali está uma bagunça. Está prejudicando os comerciantes, os transeuntes e até mesmo o pessoal que gosta de fazer caminhada pela Marechal. Com o perdão da palavra, os hotéis e bares de lá viraram zona. Isso trouxe o tráfico de drogas junto e a gente não sabe mais o que fazer. Queremos que se faça na Marechal a mesma força-tarefa que atuou na avenida Telésforo Cândido de Rezende para coibir ou, pelo menos, diminuir o problema. São mulheres abordando senhores em pleno duas horas da tarde enquanto senhoras transitam com sacolas de compras; é constrangedor pra nós de Conselheiro Lafaiete e para as pessoas que vêm de fora”.

Na Barreira

Hipotecando apoio antecipado ao requerimento do colega, o vereador Darcy José de Souza (SD) disse que a região da Barreira, onde mora, enfrenta problema semelhante; só que lá a presença maior é de travestis que abordam ostensivamente caminhoneiros e transeuntes, não importando a hora do dia ou da noite.

Ações

André Menezes defende revitalização da Marechal

Já os vereadores André Menezes (PR) e Sandro José (PSDB) salientaram a necessidade de ocorrerem intervenções pontuais na rua Marechal Floriano para revitalizar a via. Ambos ressaltaram a necessidade de recuperar a iluminação pública e melhorar o visual da rua, com ênfase para o muro da MRS logística.

Sandro José ainda levantou aspectos sociais que devem ser levados em conta para explicar o excesso de pessoas sem ocupação ou exercendo atividades ilícitas que circulam pela Marechal Floriano. Na sua opinião, a solução não se restringe à ação ostensiva das autoridades, dependendo também de ações preventivas organizadas pelo Poder Público.

Ao término da discussão, o requerimento de João Paulo Resende foi aprovado.

Clique no link abaixo e ouça o vereador João Paulo Resende.

 

 

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!