Fato Real
Coluna Vou Falar - por Aaron Fenix Gerais

Ser mãe!

Ser mãe é mais que uma tarefa, é uma arte, um dom, uma missão, uma vocação. A experiência da maternidade transforma mulheres em leoas, guerreiras, fortes, briguentas, dispostas a tudo para cuidar, defender e ver seus filhos bem. A maternidade envolve ‘sustos’ constantes

Envolve descobertas. Ser mãe é mimar, dar carinho, afeto e amor e cuidar de seus bebês de 3 meses, 3 anos, 13 anos, 23 anos, 33 anos e assim por diante, mas é também dar limites, dizer não, cobrar estudo, comportamento, organização, responsabilidade. Ser mãe é ter ‘conversas chatas’ com os filhos. É descobrir todo um mundo novo de cantores, bandas, estilos de roupas e de cabelos e mergulhar a fundo nisso.

Ser mãe é vê-los crescer tão rápido, assustadoramente rápido, e ficar insegura, com medo, tensa, preocupada, orgulhosa, cheia de felicidade, otimista. Ser mãe é gelar quando o telefonema vem do Colégio. Ser mãe é dar força quando a nota veio baixa, quando vem à recuperação. É mediar de fora os conflitos ‘das crianças’, buscando ajudá-los a resolverem-nos sendo justos, leais, corretos, sinceros, mas firmes e não aceitando serem agredidos ou mal tratados.

Mães são fortalezas de algodão, são certezas cheias de insegurança, são firmezas moles, são amor e mais amor. Quando uma mulher se torna mãe, ela passa por uma metamorfose externa e interna. Muda seu corpo, seu estilo, seu jeito, seu cabelo, seu tudo. Muda seu pensamento, seu sentimento, muda infinitamente. Mães são aqueles seres que nos conhecem profundamente: atormentam-nos e salvam. Sabem, através de um rápido olhar, se estamos bem ou se algo está errado; identificam no nosso tom de voz a melancolia e a alegria e são capazes de sentir nossas sensações a quilômetros de distância.

Mães são os personagens que traduzem, literalmente, o significado de amor incondicional: AMAM. São a irradiação profunda do sentimento supremo, do aconchego, daquele tipo de paz e segurança que moram em nossa memória infantil e que, não raro, tentamos resgatar para a busca do equilíbrio cotidiano. Mães têm humildade, esperanças, paciência, sabedoria, compaixão. São virtuosas, algumas vezes excêntricas, eventualmente exageradas. Entendem de perdão como ninguém e o praticam por antecipação. Suas lembranças são sempre vívidas e dentro delas somos eternas crianças. Mães são senhoras da beleza de um jeito especial e único.

Existe ser mais complexo que mãe? Não, não existe! Portanto, corra, dê seu melhor sorriso a ela, seu melhor beijo e diga o ‘eu te amo’ mais sincero do mundo. FELIZ DIA DAS MÃES! “Deus não pode estar em todos os lugares e por isso fez as mães.” (Ditado judaico)

Tô Sabendo e Vou Falar
 Aaron Fênix

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!